Cidades

16 de janeiro de 2020 16:09

Aluno com deficiência visual faz vaquinha para conseguir máquina em braille

Francisco dos Santos cursa o 1º período de Relações Públicas na Ufal

↑ Estudante acredita melhorar sua vida acadêmica com aquisição de equipamento (Foto: Arquivo Pessoal)

O estudante Francisco Santos, de 32 anos, que está cursando o 1° período de Relações Públicas na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), com deficiência visual desde que nasceu, teve a iniciativa de fazer uma vaquinha virtual para assim conseguir estudar por meio de uma máquina em braille que custa cerca de R$ 4 mil.

Ele que mora na cidade de Campo Alegre, agreste do estado, diz que a biblioteca do Campus A.C Simões onde estuda, em Maceió, não dispõe de livros em braille, e os que tem em casa, ganhou da Fundação Dorina Nowill de São Paulo.

“Só vende à vista, por isso, estou pedindo a contribuição de todos que puderem me ajudar com qualquer valor para garantir a melhoria da minha vida pessoal e acadêmica”, contou Francisco.

Quem puder contribuir basta clicar no link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/braille-para-francisco

Fonte: Tribuna Hoje / Ana Paula Omena

Comentários