Cidades

9 de novembro de 2019 18:41

Projeto Praia Acessível movimenta orla de Pajuçara

Programação foi iniciada com uma aula de alongamento, seguido de um momento de dança e ginástica

↑ Momento do banho de mar com cadeira anfíbia - Foto: Semtel

Na manhã deste sábado (9), foi realizada mais uma edição do Praia Acessível. O projeto da Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), aconteceu na Praça Gerônimo Ciqueira, na orla de Pajuçara, e nesta edição fez menção ao Dia Nacional da Surdez (9) e ao Dia Mundial e Nacional da Diabetes (14).

A programação foi iniciada com uma aula de alongamento, seguido de um momento de dança e ginástica. Os participantes puderam ainda desfrutar de um banho de mar assistido com o auxílio de cadeiras de rodas anfíbia e acompanhados pela equipe da Semtel e estagiários da Uninassau, parceira do projeto. A edição do mês de novembro contou também com jogos de basquete, stand up paddle assistido e lanche para os participantes.

Para o professor universitário, Guilherme Vasconcelos, de 40 anos, a sensação de entrar no mar de Maceió após 15 anos foi renovador. “Pela primeira vez, estou participando do projeto e posso afirmar o quanto é importante para as pessoas com deficiência em nossa cidade, poder aproveitar todas essas atividades. A manhã de hoje foi especial, após 15 anos pude desfrutar de um banho de mar, me sinto renovado e feliz”, afirmou o professor.

Na ocasião, foram concluídas as entregas de pacotes de leite em pó para as 12 instituições filantrópicas beneficiadas, assistidas pelo Projeto Praia Acessível. A entrega é fruto de arrecadação mensal das matrículas dos projetos esportivos promovidos pela Prefeitura de Maceió, por meio da Semtel. Entre os projetos, estão as unidades da Academia Maceió na Jatiúca e no Feitosa, o Quiosque Vera Arruda e o Corre Maceió.

Para o gestor da Semtel, Jair Galvão, as ações do Projeto visam promover a inclusão e socialização das pessoas com deficiência por meio do esporte e atividades de lazer. “O Praia Acessível se mostra como um caminho sólido para todos que queiram praticar o esporte acessível e desfrutar da experiência do banho de mar assistido com as cadeiras anfíbias. Em parceria com a iniciativa privada, vamos trabalhar para que a capital avance na oferta desses serviços”, destacou o titular da Semtur, Jair Galvão.ressaltou.

O Praia Acessível conta com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Associação Pestalozzi de Maceió, Faculdade UniNassau, Illa Sorvetes, Laboratórios Nabuco Lopes e Solara.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH