Cidades

17 de outubro de 2019 18:07

Lojas do Centro de Maceió são notificadas por poluição sonora

Equipes da prefeitura percorreram as ruas do comércio com medidores de decibéis

↑ Fiscalização no Centro (Foto: Assessoria)

Fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) fizeram, durante toda a manhã desta quinta-feira (17), um trabalho educativo de conscientização sobre os níveis de ruídos permitidos no Centro de Maceió.

As equipes percorreram as ruas do comércio com medidores de decibéis para atestar os níveis de ruídos produzidos por caixas de som instaladas nas portas das lojas e o volume dos microfones utilizados pelos comerciantes.

Como resultado do trabalho, 15 lojistas do centro de Maceió foram notificados e orientados sobre a imediata adequação do som nos limites da NBR 10.151, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que estipula o máximo de 60 decibéis. As medições de hoje atestaram ruídos de 75 decibéis, em média.

A fiscalização voltará às lojas e, em caso de descumprimento da notificação, será aberto um processo administrativo, o equipamento será apreendido e emitido o auto de infração para pagamento de multa por poluição sonora com base na Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/1998).

A fiscalização sonora faz parte das ações de reordenamento do centro da capital e visa harmonizar a relação entre lojistas e clientes. A operação é regular e será mais efetiva neste período, devido à chegada dos festejos natalinos, período em que o volume de pessoas aumenta no Centro e o excesso de ruídos pode acarretar danos à saúde dos consumidores.

A poluição sonora pode prejudicar os sistemas nervoso e cardiovascular. Idosos, crianças e pessoas com tendência à depressão, que têm mecanismos de defesa mais vulneráveis, costumam ser os mais afetados.

Fonte: Ascom Sedet

Comentários

MAIS NO TH