Cidades

16 de maio de 2019 16:34

Proprietários de imóveis constroem rampas e impedem escoamento da água

Seimfra explica que fechamento de linha d’água provoca alagamentos e buracos nas vias

↑ Galerias ficam abarrotas de lixo jogado pela população e também de esgotos (Foto: Secom Maceió)

Em Maceió, o fechamento da linha d’água pela população tem comprometido a drenagem e sido a causa de muitos alagamentos. Indevidamente, proprietários de imóveis constroem rampas de garagens e até fecham as bocas de lobo impedindo que as águas pluviais escoem para a rede hidrográfica.

Segundo o coordenador-geral de Drenagem da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), Esdras Maia Nobre, diariamente os técnicos estão nas ruas e se deparam com situações que dificultam o escoamento da água.

“Essas intervenções estão entre as principais constatações das equipes que atuam na desobstrução e limpeza de galerias. O fechamento da linha d’água, além de interromper o fluxo das águas das chuvas, provoca alagamentos e ainda danifica o asfalto, ocasionando aberturas de buracos nas vias. As interferências da população prejudicam muito a nossa rede de drenagem”, explicou.

De acordo com o coordenador, a ligação clandestina de esgoto em galerias de drenagem também é um dos fatores que mais contribuem para a obstrução das redes de águas pluviais.

“As nossas galerias ficam abarrotas de lixo jogado pela população e também de esgotos, que saem dos imóveis diretamente para os tubos de drenagem. Ligações clandestinas chegam a quebrar as tubulações e causar afundamentos de vias. Com isso, além de recompor as galerias, precisamos recuperar o pavimento, o que onera os custos com manutenção de vias”, detalhou Esdras.

Conforme alerta o coordenador, é importante que a população se conscientize e não faça intervenções, indevidamente, nas galerias de drenagem. “Sejam os chamados bueiros ou poços de visita de águas pluviais, só quem pode acessar são os trabalhadores da Prefeitura de Maceió”, acrescentou.

Qualquer serviço relacionado à rede de drenagem deve ser solicitado pelos telefones 3315-5007 e 3315-5008.

Fonte: Assessoria / Isa Medonça

Comentários

MAIS NO TH