Cidades

20 de abril de 2019 10:43

Transporte adequado garante conforto a pacientes de hemodiálise

São 368 pacientes atendidos pelo serviço, que está inserido na Gerência de Doenças Crônicas

↑ Prefeitura oferece transporte a pacientes de hemodiálise (Foto: Neno Canuto/ Ascom SMS)

Para oferecer um atendimento mais humanizado a pacientes que realizam hemodiálise, a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), oferta, além do tratamento, transporte adequado e assistência aos 368 pacientes atendidos pelo serviço, que está inserido na Gerência de Doenças Crônicas.

O serviço da SMS funciona de segunda a sábado, nos três turnos, levando os pacientes para os hospitais conveniados, que são o Hospital do Açúcar, Hospital Ortopédico, Hospital Universitário, Hospital Vida, Hospital Sanatório, Renal Center e Santa Casa.

A dinâmica para o translado dos pacientes ao tratamento acontece de maneira gratuita. São 10 vans e quatro ambulâncias pequenas para pacientes acamados, que levam o usuário até o hospital e depois de volta a sua casa.

Uma das pacientes atendidas é Ivonete Lopes, moradora do Village Campestre, que faz hemodiálise há sete anos, três vezes por semana. Desde o início, ela recebe a assistência da SMS. “Facilita muito ter um transporte que vai buscar a gente em casa para trazer pra cá e depois deixa a gente em casa. E a gente é bem atendida por todo mundo aqui e também pelos motoristas”, disse a usuária, frisando que seria mais difícil fazer o tratamento sem o transporte gratuito.

O prefeito Rui Palmeira ressaltou a importância do serviço ofertado aos pacientes. “Muitas vezes esses carros são, praticamente, uma extensão do lar dessas pessoas que têm que fazer suas sessões de hemodiálise frequentemente. Sabemos das dificuldades para arcar com as despesas de locomoção. Então é importante que esse transporte seja qualificado”, destacou o gestor.

Atendimento

De acordo com o secretário José Thomaz Nonô, para ampliar o atendimento foram adquiridos 10 novos veículos nos últimos três anos. “São veículos climatizados e com 16 vagas. As vans atendem os usuários e acompanhantes com conforto e qualidade. É uma conquista para os pacientes, que hoje usufruem de um serviço necessário e importante para a recuperação”, enfatizou.

A técnica da gerência de Doenças Crônicas e responsável pelos serviços de hemodiálise, Ilana Laurindo, explica que os veículos rodam cerca de 320 km por dia, realizando o translado de usuários em todos os bairros da cidade. Pacientes com situação de saúde mais agravadas também recebem visitas e assistência, para oferecer bem-estar ao usuário e orientar os familiares.

“Quando o paciente apresenta esse problema renal é para o resto da vida, o que mexe com o psicológico dele e da família. Nas visitas nós orientamos para que consigam suportar o dia a dia e os quadros crônicos que acabam desenvolvendo, como a hipertensão e diabetes”, frisou Ilana, que também é enfermeira.

Os motoristas são orientados a prestar um tratamento diferenciado aos pacientes. “Cada paciente é diferente e a gente vai aprendendo no dia a dia como eles são. Há alguns que têm muitos problemas, outros não aceitam a doença e nós, às vezes, somos como um psicólogo, porque conversamos com eles. Quando eles se estressam por algum motivo, precisamos saber como falar. Assistentes sociais e psicólogos nos orientam, para que a gente possa tratar bem esses pacientes”, contou o motorista Pedro Monteiro.

Solicitação de transporte para o usuário

Para solicitar o serviço, a família ou responsável do paciente deve ir ao setor de Protocolo, localizado na sede da SMS, no Centro, portando o RG, CPF e comprovante de residência para dar entrada em um processo. O setor encaminha, em até 24 horas, a solicitação para a Gerência de Doenças Crônicas, que acomoda o paciente em alguma rota em até 48 horas.

Fonte: Ascom SMS

Comentários