Cidades

19 de fevereiro de 2019 15:47

Defesa Civil envia novo lote de cadastros do bairro do Pinheiro à União

Cadastros são para a concessão de auxílio-moradia às famílias do bairro do Pinheiro que receberam a recomendação de evacuação preventiva em decorrência das fissuras

↑ Defesa Civil Municipal visita as casas dos moradores do Pinheiro (Foto: Pei Fon/ Secom Maceió)

A Defesa Civil de Maceió encaminhou ao Governo Federal, nesta terça-feira (19), o quarto lote de cadastros para a concessão de auxílio-moradia às famílias do bairro do Pinheiro que receberam a recomendação de evacuação preventiva em decorrência das fissuras que atingem imóveis e vias públicas da região.

Até o momento, são 446 cadastros encaminhados à União para a liberação dos recursos, que devem beneficiar os moradores com o valor de R$ 1 mil mensais pelo período de seis meses, inicialmente. O quarto lote contempla 126 famílias.

Do número total, 80 famílias já tiveram acesso ao auxílio-moradia no primeiro lote e outras 240, do segundo e terceiro lotes, começam a receber os recursos nos próximos dias. Os recursos federais estão em tramitação bancária no Banco do Brasil para que o pagamento seja liberado esta semana, nominalmente ao morador cadastrado, mediante apresentação de documentação pessoal.

Titular da Defesa Civil, Dinário Lemos explica que as visitas de inspeção continuam no bairro. “Nossas equipes estão diariamente no Pinheiro atendendo as ocorrências registradas pelo 0800 030 6205. O trabalho segue para que, até o início do próximo mês, possamos concluir estes cadastros e viabilizar o pagamento do auxílio-moradia por meio do Governo Federal”, disse o secretário.

Visita de inspeção e cadastro social

Nesta terça-feira, dia 19 de fevereiro, as equipes da Defesa Civil de Maceió e da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) continuam com os cadastros para o auxílio-moradia e com o levantamento populacional.

A programação da Defesa Civil inclui visitas à Rua Pedro Suruagy (antiga rua Antônio Procópio), Travessa Manoel Menezes, Alameda São Benedito, Alameda São Francisco e Rua Eduardo Campos Cerqueira.

O levantamento social está na Pedro Suruagy (antiga Rua Antônio Procópio) e Rua Juvino Lopes Lira. A Semas informa que caso não tenha nenhum familiar maior de idade no imóvel no horário programado, o morador deve procurar o ponto de informações na Igreja Menino Jesus de Praga – de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30, e fazer o agendamento para que uma equipe colete as informações. Há horários alternativos para atender aos moradores que estão ausentes por conta do trabalho.

Fonte: Ascom Defesa Civil / Texto: Lucas Alcântara

Comentários

MAIS NO TH