Cidades

7 de fevereiro de 2019 14:57

Correios realizam concurso de redação de cartas para estudantes

48º Concurso Internacional de Redação de Cartas terá etapas estaduais e nacional

↑ O tema desta edição é: “Escreva uma carta sobre o seu herói” (Foto: Reprodução)

Estão abertas desde a última sexta-feira (1), as inscrições para o 48º Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido no Brasil inteiro pelos Correios. Poderão participar todos os estudantes de até 15 anos que estejam matriculados em escolas públicas ou privadas. A iniciativa, além de oferecer uma premiação aos vencedores, é uma forma de incentivar a expressão da criatividade e a melhoria dos conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes.

E por falar em estímulo, essa foi a palavra usada pela coordenadora de redação do Leonardo da Vinci – escola particular de Brasília (DF), de onde saiu a primeira colocada do concurso estadual de 2018 -, Maria da Penha J. Amancio. Segundo ela, os estudantes, para se apropriarem do assunto, leem mais, discutem, o que acaba por enriquecer não apenas o texto, mas a vida e os diversos repertórios socioculturais.

As redações devem ser em formato de carta, escritas à mão, usando caneta esferográfica preta ou azul e conter no máximo 900 palavras. O estudante interessado em participar deve passar por uma seleção prévia em sua escola. Cada escola pode inscrever no máximo duas redações, até o dia 15 de março. O tema desta edição é: “Escreva uma carta sobre o seu herói” e podem participar estudantes da rede pública e privada de ensino com até 15 anos.

O Concurso possui premiação Estadual e Nacional. Na fase estadual, são premiadas as três primeiras melhores redações de cada Estado e, na fase nacional, é escolhida apenas uma carta, que irá representar o Brasil na fase internacional. Em Alagoas, no ano passado, o Colégio Tiradentes da Polícia Militar (unidade Agreste) ficou em 1º lugar, com a carta da estudante Camille de Souza Duarte.

“Participar do concurso de redação dos Correios é desafiador, por isso estimulante, e os alunos sentiram-se estimulados em participar”, contou ainda a professora. A vencedora nacional do concurso de 2018, Clarice Rilyane Oliveira da Silva, também deu seu recado: “Quero pedir que os jovens leiam mais, escrevam mais, e acima de tudo, respeitem as mulheres”, disse Clarice. Em sua carta, ela abordou a violência sofrida por mulheres ao redor do mundo. Sob o pseudônimo “A Flor de Mandacaru”, Clarice mistura protesto e poesia ao listar fatos históricos e estatísticos envolvendo a questão.

Brasil em destaque – O concurso, promovido mundialmente pela União Postal Universal – UPU, é uma das ações de responsabilidade social desenvolvidas pelos Correios. O país já venceu a fase internacional do concurso, que acontece desde 1972, em três edições, sendo o segundo colocado em número de vitórias, atrás apenas da China, que tem cinco medalhas de ouro.

O regulamento completo do Concurso Internacional de Redação de Cartas está disponível no site dos Correios, no endereço http://www.correios.com.br/sobre-os-correios/sustentabilidade/vertente-social/concurso-internacional-de-redacao-de-cartas.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH