Cidades

12 de dezembro de 2018 10:28

Ressocialização apresenta projetos pedagógicos à comunidade acadêmica

Professores e alunos ampliam conhecimento com a participação dos servidores penitenciários na VI Semana Internacional de Pedagogia

↑ Seris e Ufal fortalecem parceria na IV Semana Internacional de Pedagogia com debates no âmbito da educação (Foto: Jorge Santos)

A ressocialização em Alagoas cresce cada vez mais e ganha visibilidade. Com diversos projetos educativos em execução nos presídios, como Lêberdade, Maleta de leitura, Enem para pessoas privadas de liberdade e Ensino Superior pela modalidade EAD, Alagoas tornou-se referência em gestão prisional. Prova disso, é a participação de diversos gestores da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) na VI Semana Internacional de Pedagogia.

O evento realizado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), entre os dias 10 e 14 de dezembro, tem como tema central a oferta de educação nas prisões. Além dos gestores da Seris, doutores e mestres irão enriquecer o conhecimento dos participantes. A vasta programação envolve mesas redondas, conferências, minicursos, oficinas e exposição de produtos artesanais feitos cárcere. A programação completa pode ser conferida no link: https://bit.ly/2QqPXqH.

O secretário de Estado da Ressocialização, coronel Marcos Sérgio de Freitas, fala sobre o momento especial para fomentar boas práticas nas unidades prisionais. “É um privilégio e orgulho estar na Universidade Federal dialogando com a comunidade acadêmica, mostrando a realidade do sistema prisional alagoano. Os professores têm a possibilidade de fazer diferente com qualidade nas salas de aula e junto com os agentes penitenciários eles desenvolvem um grande trabalho no cárcere”.

“O Estado tem como responsabilidade propiciar vetores de ressocialização para dez mil vidas que cumprem pena em Alagoas. Buscamos soluções para que os apenados retornem melhor para sociedade e a educação é fundamental para concretizar esse objetivo. Agradeço a Universidade por abrir esse espaço na Semana de Pedagogia para debatermos as práticas existentes no sistema prisional e externar conhecimento aos estudantes”, finaliza o titular da Seris.

O estudante do Instituto Federal de Alagoas e psicólogo Rafael Leite fez questão de ir até a Universidade participar do evento e não se arrependeu. “O evento é um espaço muito rico para discutir a ressocialização. O Governo de Alagoas tem um compromisso em monitorar e entender as questões no âmbito prisional e há uma preocupação dos gestores para dialogar com a academia e disseminar políticas públicas. Estou aprendendo muito nesta Semana”, salienta.

O coordenador do Curso de Pedagogia, Msc. Eraldo Ferraz, enaltece o trabalho da Seris e destaca a educação como principal vetor para transformação social. “A equipe do coronel Marcos Sérgio está de parabéns pelo trabalho nas prisões. A educação é a única saída para resolver os problemas dessa sociedade e afastar um passado nebuloso. Essa parceria entre a Ufal e Seris é importante para reverter o quadro daquele que está privado de liberdade através da educação”.

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH