Cidades

6 de dezembro de 2018 11:04

Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança onze livros inéditos

Obras foram selecionadas pelo Edital Para Publicação de Obras Literárias 2018

A Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança onze livros inéditos, selecionados a partir do Edital Para Publicação de Obras Literárias 2018 –  um dos editais públicos mais aguardados pelos escritores contemporâneos de Alagoas. Do conjunto de onze autoras e autores selecionados este ano, sete estão realizando o sonho de publicar os primeiros livros de suas carreiras: Ana Iris Santos, Cid Brasil, Fátima Costa, Felipe Benício, João Gomes, Karen Pimentel e Natasha Tinet. Entre os experientes, estão alguns autores que já fazem parte do elenco da editora. São elas e eles: Amanda Prado, Sara Albuquerque, Sidney Wanderley e Wado. O evento de lançamento, gratuito e aberto ao público, será realizado no dia 12 de dezembro, às 19h, no Complexo Cultural do Teatro Deodoro. Além da sessão de autógrafos, haverá o anúncio de três novos editais e a apresentação da banda Divina Supernova.

Nesta edição do Edital Para Publicação do Obras Literárias foram escolhidos quatro livros de prosa e sete de poesia. E pela primeira vez na história do Edital, criado em 2012, o número de mulheres selecionadas superou o número de autores do sexo masculino. “Foi uma grata surpresa para todos os envolvidos na organização e análise dos trabalhos inscritos. Por coincidência, todas as escritoras venceram o concurso literário com livros de poesia. Mas quem estiver esperando livros românticos, estilo água com açúcar, por parte dessas autoras, vai ficar de queixo caído, pois as vencedoras do edital são mulheres jovens, empoderadas, que trazem versos contundentes, contestadores, de forte verve irônica, cada qual com temáticas e linguagens bem distintas. É uma safra poética sofisticada que promete arrebatar os amantes da boa poesia”, afirma Patrycia Monteiro, coordenadora editorial da Imprensa Oficial Graciliano Ramos.

Os homens foram os responsáveis pelas obras de prosa escolhidas neste edital. Com exceção de Felipe Benício, autor do livro de poesia Do Caos &, Cid Brasil estreia na literatura com um divertido livro de crônicas, intitulado A importância de se chamar Kurt Russel, enquanto João Gomes estreia com um livro de contos chamado A Fábrica de Bonecos de Olinda e Outras Histórias – uma obra repleta de narrativas bem-humoradas, por vezes sarcásticas, por vezes marcadas pela sensibilidade social do autor.

Pelo segundo ano consecutivo, o célebre poeta Sidney Wanderley foi selecionado pelo Edital Para Publicação de Obras Literárias, só que, desta vez, ele traz um novo livro de prosa chamado Notas sobre leitura, uma obra que reúne reflexões pessoais sobre o conteúdo de diversos clássicos da literatura que o autor leu no período entre 2015 e 2017. A ideia da obra surgiu a partir da troca de e-mails com alguns amigos com os quais Wanderley costuma discutir sobre literatura, como os escritores Raduan Nassar e Luiz Gutemberg e o fotógrafo Juarez Cavalcanti, com quem publicou, no ano passado, o livro A Feira, pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Além das resenhas despretensiosas e divertidas de Notas sobre leituras, Sidney Wanderley dedicou parte do conteúdo deste livro à publicação de cartas do poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade, com quem trocou correspondências ao longo de dez anos, na década de 1980.

O cantor e compositor Wado, também selecionado sucessivamente, está lançando seu segundo livro nesta nova safra do edital da Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Depois do bem-sucedido Água do Mar no Olhos, o artista traz um livro de aforismos repleto de reflexões aleatórias que versam sobre o amor, política, justiça social, entre outras questões. O título da obra não é fortuito. Caderno de Anotações revela a origem dos escritos, reunidos em vários Moleskines que acompanharam o artista ao longo de seus doze anos de carreira musical.

Já as poetas Amanda Prado e Sara Albuquerque têm algo em comum: ambas são autoras de obras infantis de sucesso, publicadas na coleção Coco de Roda, da Imprensa Oficial Graciliano Ramos. Amanda é autora de A Ilha de Laura e Sara é autora de O Segredo do Rio Mundaú;  Ei, você viu Luizinho? e O embrulho misterioso de Nina, este escrito em parceria com Kemesson Lemos Cardoso.

NOVOS EDITAIS

Durante a noite do lançamento, o diretor presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos Dagoberto Omena fará o anúncio da abertura de três novos editais, um deles é o da edição do Edital Para Publicação de Obras Literárias 2019, além do processo seletivo para os textos dos novos livros da Coleção Coco de Roda e um edital inédito: o de Obras Não Ficcionais.

“Ano passado percebemos que vários autores participaram do Edital Para Publicação de Obras Literárias com livros que não eram de gêneros ficcionais como romance, poesia e contos… E alguns apresentaram excelentes projetos editoriais, mas que levaram desvantagem por não estarem afinados com o objetivo central do edital de obras literárias. Por isso decidimos criar esse novo edital que engloba gêneros literários como biografias, livros reportagem, livros de arte, fotografia e livros de receita”, diz Dagoberto Omena, mencionando que, desta forma, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos amplia as oportunidades para os escritores alagoanos realizarem o sonho de publicar seus livros.

Desde o ano passado, o processo de inscrições de livros nos editais da Imprensa Oficial Graciliano Ramos tem sido realizado exclusivamente pela internet. O trabalho de análise e seleção das obras inscritas é realizado em parceria com a Fundação de Amparo e Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), responsável pela escolha e gerenciamento da equipe de pareceristas. Mestres e doutores em Letras e Linguística são geralmente escolhidos para integrar o grupo que avalia as obras. Todos os trabalhos inscritos são apresentados aos pareceristas sob anonimato, o que assegura o caráter de isenção e isonomia do processo seletivo. “Vencem as melhores obras, segundo a opinião dos pareceristas. Em nenhum momento os especialistas sabem quem são os autores dos livros que eles analisaram. Isso permite que os autores consagrados disputem em pé de igualdade com os autores estreantes, ou menos conhecidos do grande público”, diz Dagoberto Omena. Segundo o executivo, os livros selecionados em 2019 serão lançados durante a nona edição da Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

LANÇAMENTOS

Edital para Publicação de Obras Literárias 2018

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH