Cidades

16 de novembro de 2018 20:15

Menina estuprada por padrasto apresenta melhora no HGE

Conselho Tutelar foi acionado e o padrasto está foragido

↑ HGE (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (16), a criança de três anos identificada pelas iniciais A.J.M.V.S. que foi estuprada pelo padrasto e estava internada há mais de um mês no Hospital Geral do Estado (HGE) apresentou melhora e foi transferida para a ala pediátrica do hospital, localizado no bairro do Trapiche, em Maceió.

A criança deu entrada no HGE no último dia 4 de outubro, acompanhada do padrasto, com quadro de traumatismo craniano com graves sequelas neurológicas. O laudo da perícia constatou que o corpo e o rosto da criança apresentavam hematomas, além de lesões na genitália e na mucosa interna do ânus.

14ª Vara Criminal

A promotora Dalva Tenório, da 14ª Vara Criminal de Maceió falou, no último dia 29 de outubro, sobre o crime de abuso sexual sofrido pela criança O abusador da menina é o seu próprio padrasto, identificado como Cleiton Silva de Souza. Segundo a promotora, o pedido da prisão do padrasto da menor foi acatado pelo Tribunal de Justiça e a criança corre o risco de ficar paraplégica por causa da violência que sofreu.

O Conselho Tutelar foi acionado e o padrasto fugiu. O caso está sendo investigado pela delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente. Até o momento, o acusado encontra-se foragido.

A criança, assim como o padrasto, são do município de Messias. A promotora declara que, apesar de a criança morar com a mãe e ser cercada da família e de vizinhos, não entende como a situação de abusos constantes do padrasto chegou a esse ponto.

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH