Cidades

7 de novembro de 2018 18:32

Prêmio Master Ademi 2018 reconhece melhores empreendimentos imobiliários em Alagoas

21ª edição da premiação acontece às 20h30 nesta quinta-feira (8), no Espaço Armazém, no bairro de Jaraguá

↑ Jubson Uchoa, presidente da Ademi-AL, falou sobre o prêmio que acontece nesta quinta-feira (Foto: Edilson Omena)

Será realizada nesta quinta-feira (8), a 21ª edição do Prêmio Master Ademi, que reconhece em Alagoas os melhores empreendimentos imobiliários. O evento acontece no Espaço Armazém, antigo Armazém Uzina, no bairro de Jaraguá a partir das 20h30. O presidente da Ademi-AL (Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas), Jubson Uchôa destacou que a melhoria na qualificação das empresas é um dos benefícios que a premiação traz. “Que estejam empenhadas nas melhorias, quer seja na área ambiental, quer seja na área de novas tecnologias, na área de responsabilidade social”, divulgou.

De acordo com Jubson, são 18 categorias este ano. “São 18 categorias. Oito delas são de lançamentos e oito de empreendimentos prontos, além de duas categorias especiais que são a de responsabilidade social e de marketing. Dentro dessas categorias, estão as de empreendimentos prontos. Você tem categoria até 70m², depois de 70 a 130m², de 130 a 150m², de 150 a 180m² e acima de 180m²”, relatou.

Uchôa ressaltou também que o cumprimento da legislação é fundamental para as empresas. “É uma forma de premiar aqueles que se esforçam em estar sempre atualizando, melhorando e cumprindo a legislação. Hoje nós temos uma norma de desempenho, então é preciso que os imóveis estejam cumprindo toda a legislação”, disse.

Para o presidente da Ademi-AL, o diferencial de 2018 é a maior transparência e publicidade que foi dada aos critérios utilizados no prêmio. “O que fizemos este ano foi dar mais transparência e lisura à premiação porque muitas vezes aquele que não ganhou se sente prejudicado e a gente quis mostrar mais claramente como é o critério de julgamento. São várias entidades que participam desse critério de julgamento, essas entidades não têm ligação com a Ademi. São instituições, secretarias, no caso a Sedet, o Sebrae, a Ufal, a Unit. Elas participam da apresentação do empreendimento e dão a sua nota. Então não é a própria Ademi, que às vezes as próprias pessoas têm a impressão que isso é votado aqui, é votado por essas instituições. Fizemos a questão dos critérios serem mais divulgados”, falou Jubson à reportagem do Tribuna Hoje.

Com relação à divulgação dos critérios, a Ademi-AL realizou uma apresentação com convidados no mês passado com participantes do prêmio e patrocinadores, como a Algás, FIEA, Sebrae, Cimento Zumbi, Quartzolit, Unit, Carajás, Ibratin, Chama Publicidade, Grafmarques, Sesi/Senai, dentre outros.

Jubson destacou os prêmios de responsabilidade social e marketing e como as vencedoras do Master Ademi utilizam em sua própria divulgação para impulsionaras vendas. “Uma das nossas premiações é a de responsabilidade social para que as empresas tenham interesse não só num prédio bonito, mas humanizado, onde as pessoas que trabalham em construção civil se sintam inseridas nesse processo. São prédios já prontos, no caso de responsabilidade social, mas o de marketing não, são lançamentos. Então em todas essas categorias as empresas que saem ganhadoras utilizam no marketing e com isso, provavelmente proporcionam mais vendas”, frisou.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Bruno Martins

Comentários

MAIS NO TH