Cidades

1 de outubro de 2018 17:30

Justiça condena acusado de tentar matar mulher por ciúmes

Vítima, segundo os autos, foi espancada e asfixiada com um fio de metal

↑ Juiz John Silas da Silva conduziu o julgamento (Foto: Assessoria)

O réu Malci José da Silva foi condenado a nove anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado, pela tentativa de homicídio contra sua companheira, Maria Cícera dos Santos. O crime ocorreu em maio de 1997. O júri popular, conduzido pelo magistrado John Silas da Silva, da 8ª Vara Criminal da Capital, aconteceu na sexta-feira (28).

De acordo com os autos, a vítima foi espancada e asfixiada com um fio de metal no pescoço pelo pelo companheiro, por causa de ciúmes. Momentos antes, ela havia ido a um bar, com uma amiga, ingerir bebida alcoólica. Ainda segundo a denúncia, a mulher foi socorrida por vizinhos, o que teria evitado um mal maior.

Para o juiz John Silas, o réu agiu de maneira extremamente ardilosa, tirando proveito do fato de a vítima ter ingerido bebida alcoólica para surpreendê-la e cometer o crime, que causou grande abalo psíquico.

Durante o julgamento, acusado informou que responde a processo no Juizado de Violência Doméstica, contra outra companheira. “Demonstra que o réu não buscou melhorar sua conduta em razão de estar sendo processado por um crime doloso contra a vida, pelo contrário, seguiu com seu comportamento reprovável”, disse o juiz John Silas.

Na decisão, o juiz concedeu ao acusado o direito aguardar em liberdade até o julgamento final dos recursos. O réu foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e por meio cruel.

Fonte: Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas / Texto: Guilherme Carvalho Filho

Comentários

MAIS NO TH