Cidades

27 de setembro de 2018 10:51

Corpo de menino encontrado morto em apartamento é liberado pelo IML

Demora na liberação aconteceu porque a Perícia Oficial solicitou exames complementares para detectar as causas da morte

↑ Mãe confessou que deixou o gás aberto para matar o filho e morrer junto (Foto: Arquivo pessoal)

O corpo do menino Luiz Gustavo Silva Cavalcanti, de 6 anos, encontrado morto do apartamento onde morava com a mãe há uma semana, foi finalmente liberado do Instituto Médico Legal (IML) na manhã desta quinta-feira (27) após decisão judicial. A demora na liberação aconteceu porque a Perícia Oficial, requisitou exames complementares para concluir sobre as causas da morte da criança;

A assessoria da Perícia Oficial explicou que apenas parentes de primeiro grau podem solicitar a liberação do corpo, mas a mãe da criança está internada no Centro Psiquiátrico Judiciário (CPJ). Ela é suspeita de ter matado o filho e tentando suicídio quando deixou o gás da cozinha aberto e um celular carregando próximo com intuito de causar uma explosão no apartamento.  O caso aconteceu em um residencial localizado no bairro Petrópolis, na parte alta de Maceió.

Familiares do menino agora irão fazer o sepultamento.  O velório deve acontecer durante a tarde. As causas da morte de Gustavo ainda são desconhecidas.  A mãe dele, Jandira da Silva, de 46 anos, não deve participar do enterro. Ela confessou sua intenção de matar o filho e morrer junto. Ela foi encontrada desacordada e socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e autuada em flagrante por homicídio.

Fonte: Redação / Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH