Cidades

19 de setembro de 2018 16:03

Câmara Criminal mantém condenação de mulher por agressão e assalto a turista

Segundo os autos, vítima foi espancada e teve pertences roubados; caso ocorreu em abril de 2014, na Jatiúca

↑ Tribunal de Justiça de Alagoas (Foto: Itawi Albuquerque / Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas)

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) manteve a decisão que condenou Angélica Tamires dos Santos Nascimento a sete anos e quatro meses de reclusão, em regime semiaberto, pela agressão e assalto praticados contra um turista, em abril de 2014, no bairro Jatiúca, em Maceió. O processo teve como relator o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas.

A defesa da ré interpôs apelação no TJ/AL objetivando reduzir a pena. O pedido, no entanto, foi negado pelos desembargadores da Câmara Criminal.

“Entendo que supera a reprovabilidade inerente ao crime de roubo a agressividade do modo de agir da apelante, a qual agrediu brutalmente a vítima, apenas cessando as ofensas à integridade física do ofendido com a chegada da polícia”, afirmou o relator do processo. A decisão foi proferida no último dia 13.

O caso

De acordo com a denúncia do Ministério Público, a vítima saiu do hotel para comprar cigarro. Quando já estava voltando, ouviu a ré lhe pedir um. O turista se virou e, nesse momento, foi surpreendido com um tijolo sendo jogado contra o seu rosto.

A vítima protegeu o rosto e acabou quebrando ossos da mão. Ao cair no chão, o turista foi espancado e teve pertences roubados. Ainda segundo os autos, Angélica dos Santos agiu com outros dois homens, que conseguiram fugir quando a polícia chegou. A ré acabou detida e, com ela, os policiais encontraram o celular e a carteira da vítima.

Fonte: Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas

Comentários

MAIS NO TH