Cidades

11 de setembro de 2018 12:30

Exposição “Théo e Mamãe na folia” relembra antigos Carnavais em AL

Mostra começou ontem e segue até o próximo dia 20 no Maceió Shopping

↑ Faltam meses para a festa de Momo, mas evento já expõe elementos ligados à folia que integram acervo da Sala do Carnaval Alagoano (Foto: Adailson Calheiros)

Até o dia 20 de setembro quem passar pelo Maceió Shopping irá conhecer marcos históricos do Carnaval alagoano, com a abertura da exposição “Théo e Mamãe na folia” que começou ontem (10).

Para os festejos de Momo ainda faltam alguns meses, mas a animação já tomou conta do público que poderá ver a exposição na praça central do estabelecimento. Por lá os visitantes poderão ver histórias do frevo, exposição fotográfica, bonecos gigantes, fantasias, máscaras e adereços carnavalescos. A mostra reúne peças do acervo do Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore (MTB), da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), e de coleção particular.

A exposição reúne elementos ligados à folia que integram o acervo da Sala do Carnaval Alagoano, no MTB, representados pela Mamãe, do Bloco Filhinhos da Mamãe, e Moreninha, de Quebrângulo, com bonecas que medem três metros de altura, e que costumam aparecer no pré-carnaval maceioense que ficam no museu agora podem ser vistas também por quem passeia pelo shopping.

Além da exposição, haverá uma programação especial na sexta (14) e no sábado (15), com apresentação dos Seresteiros da Pitanguinha, às 18h30 na sexta, e Baque Alagoano e Grupo de Passistas Pintando o Frevo no sábado a partir das 16h30.

A exposição é uma verdadeira ‘viagem’ às memórias de antigos Carnavais. A mostra tem curadoria de Gil Lopes, José Carlos e Hildênia Oliveira.

Hildênia Oliveira, que também é museóloga no MTB, explica o critério da curadoria na escolha das peças para a exposição no shopping. “Na seleção das peças, pensamos na folia em diversas formas: folia carnavalesca, folia do brincar, folia da alegria. A seleção foi feita em uma das salas mais importantes do Museu, que é a Sala do Carnaval Alagoano. Pensamos em mostrar à alegria do Museu Théo Brandão, a folia desse acervo, juntamente com o acervo particular, que compõe a exposição”, disse Hildênia.

A exposição também tem um boi de carnaval, cinco estandartes de blocos antigos e atuais, máscaras de carnaval e totens, produzidos com a técnica papietagem, além de uma peça, confeccionada pelo artista Gil Lopes, que faz homenagem a Setton Neto, saudoso rei Momo da capital alagoana.

Para um dos fundadores do bloco Filhinhos da Mamãe, Ronaldo Andrade, a exposição tem um significado especial de chamar atenção dos alagoanos para a riqueza cultural. “Está exposição para além dos muitos símbolos que envolve, tem o significado especial de chamar a atenção dos alagoanos para a riqueza cultural carnavalesca vibrante e viva que habita o Museu Théo Brandão; sua alma identitária marcada pela presença do Bloco Carnavalesco Filhinhos da Mamãe. A Mamãe, Estrela Radiosa, a reunir os Filhinhos ano a ano para celebrar a alagoanidade vem ao Shopping sensibilizar. E neste momento a exposição clama ao povo de sua terra que o Museu goze do amor zeloso dos Filhinhos para lhe restaurar”, comenta.

Fonte: Tribuna Independente / Lucas França

Comentários

MAIS NO TH