Cidades

13 de agosto de 2018 18:59

Reunião entre SMTT e empresas vai discutir tamanho de catracas em Maceió

SMTT: Que o modelo seja elevado, mas que aumentem o diâmetro

↑ Catracas serão assunto de reunião entre SMTT e empresas de ônibus (Foto: Adailson Calheiros - Arquivo Tribuna Independente)

Nesta segunda-feira (13), a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) rejeitou a possibilidade de recorrer judicialmente pela suspensão de catracas altas no transporte coletivo de Maceió. As empresas de ônibus tinham até sábado (11) para fazer adaptações correspondentes à Lei Municipal 6.752/2018 (que definiu a retirada desse tipo de catraca dos coletivos), mas uma decisão da Justiça determinou a suspensão dos efeitos da norma. Uma reunião entre SMTT e empresários deve acontecer nesta semana para se discutir o assunto.

O superintendente da SMTT, Antônio Moura, afirmou à reportagem da Tribuna que tentará um acordo com as empresas de ônibus. “Uma reunião deve acontecer ainda nesta semana. Vamos passar para os empresários que a catraca elevada não é o problema, o real problema é a dimensão dela que é estreita e acaba causando um desconforto para muitos usuários. A altura não é a questão. As portas giratórias dos bancos, por exemplo, são fechadas, mas são largas. Dá comodidade ao usuário”, afirmou o superintendente.

Moura diz que entende a colocação das empresas de ônibus quanto ao argumento de que catracas altas evitam evasão de passageiros, mas ele afirma que “os bons não devem pagar pelos maus”. “O usuário não pode ficar à mercê dessas catracas como estão agora. Algumas pessoas acabam passando muito constrangimento. Porém, entendemos o lado das empresas, então nossa proposta será a seguinte: que o modelo seja elevado, mas que aumentem o diâmetro”, finalizou Moura.

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb) afirmou, por meio de assessoria de imprensa, que é a favor de um novo modelo de catracas que proporcione mais conforto aos usuários. A assessoria ainda afirmou que o encontro com a SMTT ainda não foi oficializado, porém o Sinturb está aberto ao diálogo.

Fonte: Autor: Rívison Batista

Comentários

MAIS NO TH