Cidades

7 de agosto de 2018 17:35

Slum registra mais de 140 processos por irregularidades no mês de julho

Dentre os casos, estão ainda as notificações, os autos de infração e a parcela de denúncias inconsistentes

↑ Ações de fiscalização acontecem diariamente em Maceió (Foto: Fiscalização / Slum)

Os agentes de fiscalização da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) realizam diariamente ações para coibir o descarte irregular de resíduos. O órgão registrou 142 processos por irregularidades na gestão de resíduos sólidos durante o mês de julho.

Foram 85 casos de descarte irregular, 37 casos de grande gerador, 16 denúncias de terrenos particulares servindo de ponto de lixo, além dos casos de veículos flagrados fazendo descarte irregular. Dentre os casos, estão ainda as notificações, os autos de infração e a parcela de denúncias inconsistentes, quando os fiscais verificam que não há irregularidades.

O setor de fiscalização da Slum também atende a todas as denúncias que chegam ao órgão pela Central de Monitoramento. “Além de nossos fiscais estarem nas ruas, precisamos contar com a colaboração da população. Com fotos e vídeos, conseguimos chegar mais rápido aos infratores”, comentou Jean Carlos Gomes, superintendente da Slum.

Para fazer denúncias, solicitar serviços e tirar dúvidas, o maceioense pode entrar em contato com a Slum pelo 0800 082 2600. Além do WhatsApp: 9 8802-4834. A Central funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Fonte: Assessoria da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió / Texto: Sarah Mendes

Comentários

MAIS NO TH