Cidades

21 de julho de 2018 16:02

SMTT de Maceió completa 33 anos de serviços prestados à população

Em sua criação, no ano 1985, o órgão era intitulado Superintendência Municipal de Transportes Urbanos

↑ SMTT (Foto: Assessoria)

Neste mês, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) completa 33 anos de existência. Em sua criação, no ano 1985, o órgão era intitulado Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), fato que se deu após a extinta Coordenação de Serviços Públicos (Conserp) ter deixado de gerir os transportes urbanos da capital.

As mudanças implementadas no órgão foram acompanhadas por seus servidores. “À época, não se tinha uma organização, mas a dinâmica de crescimento da cidade trouxe a obrigatoriedade da criação de um órgão gerenciador do trânsito. Algum tempo depois, a SMTU tornou-se SMTT”, conta Roberto José que está na Superintendência desde o início.

O servidor passou por diversas coordenações como de planejamento, de paradas, de terminais e programação de linhas, até migrar do setor de transporte para trânsito, onde atua até hoje na área de sinalização.

Doralice Buarque conta que nesses 33 anos passou por várias assessorias. Em 2010 esteve à frente da fiscalização de veículos e, recentemente, passou a liderar a Assessoria de Central de Atendimento, onde diz ter se encontrado.

“Sempre saio de casa pela manhã para dar o meu melhor, lido com pessoas e estou bastante satisfeita”, explica Dora, que tem formação em Recursos Humanos.

Atualmente na Diretoria de Obras Viárias, Roberto Barreiros, engenheiro de formação, relembra trabalhos – como a pesquisa de sobe e desce que fez o dimensionamento da frota de Maceió -, que podem ser considerados os primeiros passos para a configuração de transportes existente hoje.

“Nossa prioridade desde sempre foram os pedestres, ciclistas e usuários dos transportes coletivos”, conta o servidor.

Grandes avanços estão acontecendo nesses últimos anos como o primeiro edital de licitação em 2015, a criação de corredores exclusivos que dão agilidade no deslocamento, a integração entre os lotes, benefício que permite que os usuários peguem dois ônibus de empresas diferentes pagando apenas uma passagem, o Domingo é Meia, que garante 50% de desconto na passagem aos domingos, a modernização da frota e o uso de aplicativos.

Fonte: Assessoria da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito

Comentários

MAIS NO TH