Cidades

19 de julho de 2018 16:35

Acusado de tentativa de homicídio por ciúme é condenado a nove anos

Segundo a sentença, vítima foi atingida com dois tiros nas costas, por ter jogado uma partida de dominó com a esposa do réu

↑ Fórum do Barro Duro (Foto: Caio Loureiro / Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas)

O réu José Carlos Gomes da Silva, acusado de tentativa de homicídio contra um homem, em fevereiro de 2014, em Maceió, foi condenado a nove anos e um dia de reclusão. O julgamento foi conduzido pelo juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade, da 7ª Vara Criminal da Capital, nessa quarta-feira (18).

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), a vítima foi atingida com dois tiros nas costas, sendo um de raspão, por ter jogado uma partida de dominó com a esposa do réu, o que causou ciúmes no agressor. Em depoimento, uma testemunha relatou que o acusado seria traficante e acostumado a agredir e amedrontar as pessoas da localidade onde mora, inclusive mulheres.

Para o juiz Sóstenes Alex, as consequências do atentato são graves. “Devido ao crime, a vítima permaneceu 30 dias internada, possui duas grandes cicatrizes em seu corpo, sofre de depressão e também precisou se mudar do local em que morava, por medo de novas represálias”.

Ainda segundo o magistrado, como o tempo de prisão provisória do réu foi de dois anos, dois meses e um dia, resta a cumprir seis anos e dez meses. Por isso, o regime inicial do cumprimento da pena deve ser semiaberto. O réu foi julgado por tentativa de homicídio qualificada, por motivo torpe e mediante recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima.

Fonte: Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas / Texto: Guilherme Carvalho Filho

Comentários