Cidades

24 de abril de 2018 18:45

Operação combate furto de energia na orla marítima de Maceió

Outras etapas da Operação Gatuno estão programadas para acontecer em diversos pontos

↑ Operação flagrou instalações elétricas irregulares (Foto: Secom Maceió)

A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), em parceria com a Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima), Eletrobras e Polícia Militar de Alagoas, deu início, na tarde desta terça-feira (24), à Operação Gatuno. A ação, que ocorreu na orla marítima de Maceió, teve como objetivo identificar ligações clandestinas e possíveis pontos de furto de energia elétrica.

“Temos recebido várias denúncias de pessoas preocupadas com aqueles que frequentam a orla para sua diversão e que estão correndo risco com as ligações de energia clandestinas. Entramos em ação para detectar as possíveis irregularidades, procurando saber quem são os responsáveis. Furtar energia é crime e cabe, inclusive, prisão”, destacou o titular da Semscs, coronel Ivon Berto.

Durante a operação, foram identificadas instalações elétricas irregulares (os populares gatos), geralmente feitas por ambulantes e comerciantes não cadastrados. “Como não é uma energia controlada, toda a comunidade que mora no entorno ou utiliza a orla corre o risco de, de uma hora para outra, ver a energia caindo sem poder manter seus equipamentos eletrônicos ligados, o que pode provocar danos. A Prefeitura está muito preocupada com isso. A operação é integrada e visa dar essa garantia a sociedade: primeiro de proteger suas vidas e segundo de evitar que seja cometido esse tipo de crime”, ressaltou o gestor.

O superintendente municipal de iluminação, Frederico Lins, reforçou que a operação, que já aconteceu no ano passado, prima pela segurança da população. “Hoje, outros pontos foram identificados, e em 2017, encontramos 12 pontos de furto de energia. O objetivo principal é o de proteger as pessoas, pois um cabo de energia exposto pode causar acidentes graves em locais de grande movimento, como na praia. Mas esse trabalho também é realizado em outros bairros da cidade, onde existem ligações subterrâneas da Prefeitura”, explicou.

Durante a operação, foram encontradas 18 ligações clandestinas, o que caracterizou furto de energia elétrica. Outras etapas da Operação Gatuno estão programadas para acontecer em diversos pontos da capital.

Fonte: Tribuna Hoje com Secom Maceió

Comentários

MAIS NO TH