Cidades

6 de abril de 2018 18:51

Protesto contra prisão de Lula mobiliza centenas de pessoas em Maceió

PT de AL ressalta que “golpistas pariram um mártir”, comparando Lula a Mandela

↑ Manifestantes se concentraram no Farol e no Centro de Maceió (Foto: Emanuelle Vanderlei / Cortesia)

Uma série de atos vem acontecendo em todo o país nesta sexta-feira (6) contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em Maceió, membros do Partido dos Trabalhadores (PT), de movimentos sociais, como Povo Sem Medo, Sem terra e sindicatos realizaram uma manifestação que teve início na Praça Centenário, no bairro do Farol.

Ao se deslocarem até o Centro de Maceió, alguns integrantes colocaram fogo em pneus e interditaram os dois sentidos da Ladeira Geraldo Mello. Em meio às manifestações, centenas de pessoas estavam com faixas de apoio a Lula e repúdio a decretação da prisão. Ainda na concentração, alguns motoristas que passavam pelo local buzinaram dando incentivo aos militantes, como também alguns entoaram gritos contra o protesto.

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MTST) bloqueou diversas rodovias do Brasil em manifestação contra a prisão de Lula. Em entrevista para a reportagem da Tribuna Independente, o presidente do PT em Alagoas, Ricardo Barbosa, disse que a tática é proteger Lula em São Bernardo do Campo, onde o ex-presidente está em companhia de militantes no Sindicato dos Metalúrgicos. Ricardo ressalta que as manifestações irão fazer o Poder Judiciário deixar Lula livre, para que assim não haja qualquer tipo de confronto.

Sobre a candidatura de Lula, o presidente do PT em Alagoas, disse que será mantida. E que apenas duas hipóteses podem tirar ele da disputa: Uma se ele não quiser ou a outra se ele estiver morto. “Lula mesmo preso é candidato. Ele registrará a candidatura dia 15 de agosto, será impugnada é obvio, pois estão forjando tudo isso para tirar ele da disputa política. Mas vamos seguir mantendo a candidatura dele e isso só será discutido em setembro, ou seja, lá quando for”, afirmou.

Em nota divulgada nesta sexta, o PT de Alagoas ressalta que “os golpistas pariram um mártir”, comparando Lula a Nelson Mandela, líder africano preso por lutar pelos direitos do povo daquele país.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE DESTE FINAL DE SEMANA (7 e 8)

Fotos: Sandro Lima

Fonte: Texto: Carlos Victor Costa

Comentários

MAIS NO TH