Cidades

3 de setembro de 2017 16:58

Prefeitura de Maceió realiza audiência devolutiva do PPAM 2018-2021

De junho a julho, foram realizadas audiências consultivas para ouvir demandas de comunidades

A audiência pública devolutiva das propostas apresentadas pela população para a construção do Plano Plurianual Municipal (PPAM) 2018-2021 será realizada no próximo sábado (9), no auditório da Faculdade Seune, no Farol, a partir das 8h30. Esta audiência tem o objetivo de dar respostas aos cidadãos de todas as regiões administrativas de Maceió sobre as solicitações feitas durante as audiências consultivas.

De junho a julho, foram realizadas oito audiências consultivas para ouvir as demandas das comunidades das regiões administrativas para a construção do PPAM 2018-2021. Nestas audiências, as comunidades apontaram quais seriam as suas principais necessidades e prioridades nas ações a serem desenvolvidas pela gestão municipal.

“Esta ação faz parte de uma gestão que valoriza a participação da própria população na hora de traçar melhorias para a cidade. Nas audiências consultivas foram cerca de 560 contribuições. Encaminhamos estas propostas para as secretarias e órgãos para que eles pudessem analisar a viabilidade de realizá-las e na audiência devolutiva, apresentaremos este resultado para a população maceioense”, explicou Jailton Nicácio, diretor de Planejamento Orçamentário da Secretaria Municipal da Economia (Semec).

As propostas das comunidades foram indicadas não só nas audiências presenciais como por meio do Portal do Cidadão – www.portaldocidadao.maceio.al.gov.br.

O PPAM contém o planejamento de médio prazo do município, onde consta tudo o que será feito em um prazo de quatro anos. Neste caso, entre 2018-2021.

As audiências tiveram como base de discussão três, dos quatro eixos do Plano Plurianual Municipal: Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura e Ambiente. Quando finalizado, o Plano será remetido à Câmara Municipal de Maceió (CMM) para aprovação ainda no final de setembro.

Fonte: Fonte: Secom Maceió

Comentários

MAIS NO TH