Cidades

2 de junho de 2017 19:40

Exército inicia montagem do Hospital de Campanha para atender vítimas de enchentes

Unidade de saúde do Exército está sendo montada no Polo Industrial de Marechal Deodoro

O Hospital de Campanha para atender as vítimas das enchentes de Marechal Deodoro, Pilar e Atalaia – municípios mais castigados pelas chuvas – começou a ser montado no final da tarde desta sexta-feira (2), no Polo Industrial de Marechal Deodoro, na antiga Fábrica Jaraguá, na região metropolitana de Maceió. A estrutura deve ser totalmente erguida ainda neste fim de semana e, posteriormente, a unidade de saúde já irá começar a funcionar, segundo cronograma estabelecido pelo Exército Brasileiro.

A estrutura móvel estará localizada em um terreno estratégico, localizado a cerca de 20 km do Centro de Marechal Deodoro e Pilar, e a 30 km do Centro de Atalaia. Trazido de Recife, em Pernambuco, o Hospital de Campanha conta com 10 módulos e possui uma área total de 900 m², com capacidade de abrigar até 24 leitos de enfermaria, assegurando a assistência à população dos três municípios.

De acordo com o tenente-coronel do Exército Brasileiro, Carlo Endrigo Nunes, o hospital irá atender moradores dos três municípios, uma vez que diversas unidades de saúde foram destruídas, alagadas ou tiveram seus equipamentos danificados. Para atuar no Hospital de Campanha, irão trabalhar 36 profissionais, sendo seis médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e farmacêuticos. “Além de atendermos a população que apresente outros problemas de saúde, também iremos nos concentrar nas doenças de veiculação hídrica. Uma vez que, após enchentes, geralmente aparecem surtos de diarreia aguda, leptospirose, hepatite A e as infecções respiratórias nos idosos”, salientou Carlo Endrigo Nunes.

O tenente-coronel do Exército Brasileiro informou que o Hospital de Campanha irá atender pacientes triados por profissionais da Atenção Básica de cada município. Os pacientes atendidos pela unidade e que necessitarem permanecer internados, serão encaminhados para leitos do Hospital Geral do Estado (HGE) ou, no caso das vítimas de doenças infectocontagiosas, para o Hospital Escola Hélvio Auto (HEHA), ambos em Maceió.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, a implantação do Hospital de Campanha do Exército foi estratégica e a unidade será de grande importância para os moradores de Marechal Deodoro, Pilar e Atalaia. “Graças à parceria com o Exército Brasileiro, o Governo do Estado não tem medido esforços para assegurar uma assistência qualificada às vítimas das enchentes. Estamos atuando para minimizar a dor e o sofrimento de centenas de alagoanos, que podem ser acometidos pelas doenças de veiculação hídrica”, salientou o gestor da saúde estadual.

Comentários

MAIS NO TH