Cidades

2 de junho de 2017 21:40

Alagoas receberá 27 kits de medicamentos enviados pelo Ministério da Saúde

Sesau fez a solicitação de medicamentos para atender desabrigados

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) garantiu, junto ao Ministério da Saúde (MS), o envio de 27 kits com medicamentos e insumos para atender os 27 municípios inclusos no decreto de situação de emergência, em razão chuvas. O material foi garantido após videoconferência entre técnicos da Sesau e o Comitê de Operações Especiais do MS, que presta apoio aos estados em situações de desastres.

Cada um dos kits que o Ministério da Saúde irá enviar é abastecido com 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos, que poderão atender até 1.500 pessoas ao mês. Quando o material chegar a Alagoas será encaminhado para as Secretarias de Saúde dos municípios afetados, que ficarão responsáveis por disponibilizá-los à população desalojada e desabrigada.

“Com a entrega desse material poderemos atender cerca de 40 mil pessoas que estão sofrendo com as enchentes. No kit constam antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos, ataduras, seringas e sais para reidratação oral. Eles serão fundamentais nos municípios com ocorrência de casos de diarreia aguda, onde o paciente perde muita água e precisa repor os nutrientes perdidos”, destacou Elisabeth Rocha, gerente de Vigilância em Saúde Ambiental da Sesau.

Qualidade da Água

Além da falta de remédios nos municípios, outra preocupação da Sesau está na qualidade da água que será consumida pela população, que pode estar contaminada. “O nosso laboratório móvel de análise de água está em Pilar para verificar a potabilidade da água para o consumo e se existem riscos de transmissão de doenças de veiculação hídrica, como hepatite, febre tifoide, leptospirose e a diarreia”, afirmou a gerente da Sesau.

Devido a essa escassez de água potável para o consumo humano nos municípios atingidos, a Sesau está disponibilizando hipoclorito de sódio. “O hipoclorito de sódio irá ajudar na desinfecção da água, para que a população possa utilizá-la sem medo de se contaminar. Mas vale ressaltar que ele deve ser utilizado apenas em alimentos e na água a ser consumida”, orientou Elisabeth Rocha.

Vacinas

Além desse equipamento para a prevenção de doenças hídricas, a Sesau também está enviando doses das vacinas contra hepatite B, influenza, difteria e tétano. Também foi solicitado ao Ministério da Saúde o envio de 30 mil doses da vacina contra hepatite A para reforçar o quantitativo já existente em Alagoas.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH