Cidades

23 de fevereiro de 2017 18:17

Serviços do Eixo Quartel são iniciados na área pertencente ao Hospital do Açúcar

Limpeza mecanizada da área e regularização do terreno acontecem nesta semana

Quem perde parte do dia no congestionamento da Avenida Fernandes Lima, principal corredor viário de Maceió, tem pressa para que essa realidade mude. O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), trabalha na implantação dos eixos viários – Cepa e Quartel – que irão proporcionar mais alternativas para o escoamento do tráfico na região.

No Eixo Quartel, as obras estão em andamento e seguem avançando nesta semana com o início dos serviços na área do Hospital do Açúcar, que será cortado por um trecho da via. Inicialmente serão feitos os serviços de limpeza mecanizada na área e regularização do terreno, após isso será dada início a terraplanagem.

À frente da pasta de Transporte e Desenvolvimento Urbano, o secretário Mosart Amaral ressalta a importância do empenho do governo e da equipe em dar celeridades às obras de mobilidade.

“É determinação e característica da atual gestão dar celeridade a importantes obras de mobilidade. Seguimos avançando no eixo Quartel e Cepa, que provavelmente serão entregues até junho. Alagoas está conseguindo tocar importantes obras em todo Estado, mesmo diante de um cenário de crise econômica enfrentado pelo país todo”, ressalta Mosart.

Trajeto

O Eixo Quartel terá cerca de seis quilômetros de comprimento, com início na Rua Marieta Lages, no bairro do Farol, próximo a Super Pizza, estendendo-se até a Rua Ranildo Cavalcante, na Gruta, por trás do Hospital do Açúcar, tornando-se uma nova alternativa de circulação viária no sentido Sul/Norte e Leste da região Metropolitana de Maceió.

Os eixos binários, Cepa e Quartel, servirão como alternativa à Avenida Fernandes Lima, visando desafogar o trânsito nesta via e funcionarão em formato de binários – duas vias paralelas, de mão única e sentido contrário – permitindo com que a população possa escolher qualquer um deles para se conectar com as partes baixa e alta da cidade.

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH