Cidades

27 de janeiro de 2017 17:16

Sindpol constata falta de estrutura nas delegacias distritais

Nessas distritais, Delegacia Geral instalou câmera e pretende retirar os policiais civis dos locais à noite

Os dirigentes do Sindpol visitaram os policiais civis das delegacias do 2º DP, 3º DP e 22º DP na quinta-feira (26) para registrar as precárias condições de trabalho. Nessas distritais, a Delegacia Geral instalou câmera e pretende retirar os policiais civis da delegacia à noite, prejudicando o trabalho da categoria. A diretoria do Sindpol desaprova esse modelo de segurança e está pondo em prática as medidas cabíveis, inclusive, já procurou a Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial.

Nas visitas, o Sindpol constatou que as condições estruturais das delegacias são muita parecidas. Em todas as distritais, os dirigentes encontraram materiais de apreensão que acumulam lixo e poeira, prejudicando a saúde de todos que estão na delegacia, além da fiação exposta, carência de efetivo. O Sindpol também encontrou policiais civis desmotivados e estressados com a falta de condições de trabalho.

No 3º DP, no quarto do alojamento, existe uma abertura de janela que os policiais fecharam com papel. No 22º DP, a situação é mais caótica. Há muitas rachaduras nas paredes e infestação de cupins em todo o prédio. Existem muitos materiais de apreensão entulhado. O muro, que fica por trás da delegacia, corre o risco de desabar. A cerca de segurança está quebrada, sem manutenção e não funciona. A viatura também está quebrada. O corrimão está solto na parede da escada, podendo provocar acidente dos policiais civis.

O pátio do 2º DP também está cheio de automóveis e motos, que causam transtornos aos policiais.

O 2º vice-presidente do Sindpol, Carlos José, e o diretor Jurídico, Ricardo Nazário, e o Delegado Sindical Carlos Jorge estiveram nessas delegacias, entregando informativo, colocando o banner da campanha de valorização do policial civil e tirando dúvida dos policiais. A entidade está denunciando a precária situação das delegacias.

Fonte: Assessoria / Sindpol-AL

Comentários

MAIS NO TH