Cidades

2 de janeiro de 2017 16:51

PRF não registra mortes nas estradas alagoanas durante o fim de ano

Dos 32 acidentes ocorridos, a maioria deles não ocasionou vítimas e três foram considerados graves

Apesar do aumento expressivo do fluxo de veículos nas rodovias federais durante o período que compreende o Natal e réveillon, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas comemora o resultado dos trabalhos feitos durante os dias 23 de dezembro de 2016 a 1 de janeiro deste ano. O balanço das festas de fim de ano registrou 32 acidentes ocorridos nas BRs que cortam o Estado, sendo 17 deles sem vítimas, 12 sinistros com feridos leves e três acidentes graves. Nenhuma morte foi registrada nas viagens de fim de ano.

A infração mais flagrada durante os dez dias de trabalho foi o excesso de velocidade. Os radares móveis da PRF capturaram 278 imagens de veículos que transitavam em velocidade excedente nas rodovias federais de Alagoas. As outras infrações mais observadas foram ultrapassagem proibida e não uso do capacete e cinto de segurança. Houve 19 flagrantes de embriaguez ao volante, que resultaram na prisão de quatro condutores pelo crime de trânsito.

Cerca de 3500 veículos foram fiscalizados enquanto se deslocavam pelas rodovias federais de Alagoas. Mais de 600 abordagens educativas foram feitas pelos policiais, mostrando ao condutor de sua importância para formar um trânsito seguro. Quase 100 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF por apresentar irregularidades.

A intensificação de fiscalizações de trânsito e reforço de policiamento foi feita levando em consideração os dados estatísticos de acidentes do órgão. Desde o dia 16 de dezembro, a PRF iniciou em todo o Brasil a Operação Rodovida Cidades, com intuito de aumentar a fiscalização preventiva e educativa de modo a reduzir os números de acidentes de trânsito que ocorrem com o aumento de fluxo de veículos durante esse período de festas de fim de ano. A operação acontece até 05 de março, se estendendo no tempo de férias escolares e termina após o Carnaval.

Comentários

MAIS NO TH