Brasil

2 de dezembro de 2021 09:46

Enem 2021: Correios realiza a entrega de provas mais rápida da história

Operação mais rápida de todas as edições do Enem - 6,2 milhões de provas, divididas em 58 mil malotes foram distribuídos em 11.904 locais, situados em 1.747 municípios brasileiros

↑ Foto: Ilustração

Os Correios bateram, no segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, realizado no domingo (28), mais um recorde na megaoperação logística dedicada à realização do maior exame educacional brasileiro: “Em apenas 2h41 minutos as provas foram entregues pela empresa, em todo o território nacional, é um marco”, ressaltou o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas.

O balanço de aplicação, apresentado na segunda-feira (29), em coletiva de imprensa transmitida no canal da TV Brasil no Youtube, também contou com a participação do ministro da Educação (MEC), Milton Ribeiro; do delegado da Polícia Federal, Cléo Mazotti; e do presidente dos Correios, Floriano Peixoto.

“Os Correios estão, neste momento, em uma das maiores operações logísticas da história, que é da Black Friday 2021. E, da mesma forma que temos um compromisso com a sociedade de entregar com eficiência e rapidez as encomendas que nos são dirigidas, também, e com a mesma prioridade e comprometimento, atuamos como parceiros do Ministério da Educação; acreditamos que o Enem é uma porta que abre sonhos e nada pode arranhar isso”, ressaltou o dirigente da empresa, Floriano Peixoto.

Para esta segunda fase, a empresa entregou, em apenas 2h41 minutos – operação mais rápida de todas as edições do Enem – 6,2 milhões de provas, divididas em 58 mil malotes, que foram distribuídos em 11.904 locais, situados em 1.747 municípios brasileiros. Ao total, foram 730 toneladas de material, transportadas por meio de 41 voos e 130 carretas fretadas. Todo trabalho foi concluído com erro zero e contou com a participação de mais de 5 mil empregados da estatal.

Além da entrega das provas, os Correios são responsáveis pela coleta de todos os malotes com as folhas de respostas e pela logística reversa de todo o material. Para segurança máxima da carga transportada, os veículos usados no transporte dos malotes contam com escolta militar em todo o percurso de entrega e coleta dos malotes nas escolas.

De acordo com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, graças à competência do MEC, dos Correios e da Polícia Federal “a sociedade brasileira e a educação nacional saíram ganhando, porque tudo ocorreu conforme previsto.” O ministro ainda agradeceu a atuação do presidente Floriano Peixoto, “que vem conduzindo os Correios de uma maneira muito correta, eficiente e profissional, sem nenhum compromisso com o erro”. Desde 2009, toda a logística do Enem está a cargo da estatal, que manteve, mais uma vez, o padrão de 100% de qualidade na operação.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH