Brasil

20 de abril de 2021 08:20

Enfermeiro defensor do ‘tratamento precoce’ e contra o lockdown morre de Covid-19

Anthony Ferrari Penza se apresentava de forma indevida como médico, receitava cloroquina e chegou a destilar fake news sobre a vacina contra a Covid-19

↑ Negacionista, Anthony Ferrari Penza morreu de covid-19 no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)

Morreu em decorrência da Covid-19, na noite deste domingo (18), o enfermeiro Anthony Ferrari Penza, que atuava em Cabo Frio (RJ). Ele estava internado desde o início do mês e, na última semana, diante do agravamento e seu quadro de saúde, foi transferido para a Unidade Pré-Hospitalar de Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A morte do profissional de saúde foi confirmada por sua esposa Natalia Comam Ferrari em postagem nas redes sociais. “HOJE DEUS LEVOU O AMOR DA MINHA VIDA, O QUE FICOU FOI UMA GRANDE DOR E SAUDADE DESSA PESSOA QUE TANTO LUTOU PELO PRÓXIMO, SEUS FEITOS VÃO FICAR PARA SEMPRE E TENHO CERTEZA QUE O CÉU ESTA EM FESTA, PEÇO QUE RESPEITEM NOSSA DOR, NÃO TENHO CONDIÇÕES DE RESPONDER A NINGUÉM, POR RESPEITO AO AMIGOS E FANS DEIXO ESSE POST, AGRADEÇO TODA ORAÇÃO”, diz a publicação.

O enfermeiro vinha ganhando fama, nas redes sociais, desde o ano passado, por ser um defensor do chamado “tratamento precoce” contra a Covid. Ele se apresentava como médico nas publicações em suas redes sociais e aparecia, inclusive, vestindo jaleco e afirmando que receita aos pacientes a cloroquina, remédio defendido por Jair Bolsonaro e que não tem eficácia comprovada contra a doença do coronavírus.

Em 2020, Ferrari chegou a disseminar fake news contra a vacina da AstraZeneca, afirmando que um médico que fez os testes clínicos do imunizante teria sido “vítima”, dando a entender que ele morreu em decorrência da dose, o que é mentira. O enfermeiro também afirmou que a vacina poderia causar Alzheimer – outra informação falsa.

No dia 28 de fevereiro deste ano, o enfermeiro compartilhou uma publicação do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) dizendo que “lockdown mata”. “Querem destruir o Brasil!”, escreveu, pregando contra a medida mais recomendada pelos especialistas para conter a disseminação do coronavírus.

Em 2020, Ferrari foi candidato a vereador por Cabo Frio, pelo PSD, e obteve 164 votos, número insuficiente para se eleger.

 

Fonte: Revista Fórum / Ivan Longo

Comentários

MAIS NO TH