Brasil

20 de fevereiro de 2020 19:22

Funcionários da Petrobras suspendem greve e aceitam mediação proposta por TST

Petrobras tem reiterado que greve não afetou produção da empresa

↑ Foto: Reprodução

Funcionários da Petrobras decidiram suspender temporariamente uma greve nacional iniciada em 1º de fevereiro e aceitaram mediação proposta por ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), informou a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Em assembleias nesta quinta-feira, os trabalhadores atenderam recomendação da FUP de suspensão da greve, para que as negociações com a empresa possam acontecer.

Uma primeira audiência de mediação, proposta pelo ministro do TST Ives Gandra, está marcada para a manhã de sexta-feira, em Brasília.

Com a suspensão temporária, os quatro integrantes da Comissão Permanente de Negociação deixaram o edifício-sede da Petrobras, onde estavam desde o início do movimento, e irão para Brasília participar da audiência, que contará também com a participação do Ministério Público do Trabalho (MPT).

A Petrobras tem reiterado que a greve não afetou a produção da empresa, que conta com equipes de contingência para manter as operações.

Os petroleiros em greve querem a revisão das demissões de funcionários de empresa de fertilizantes no Paraná, uma empresa que foi desmobilizada pela Petrobras após sucessivos prejuízos. Eles querem ainda reavaliação do acordo trabalhista apresentado no fim do ano passado.

Para a Petrobras, a greve tem motivação política.

Fonte: Reuters

Comentários

MAIS NO TH