Brasil

5 de dezembro de 2017 11:29

Bombeiros retomam buscas por desaparecidos após chuva em cidades mineiras

Em Vespasiano, um homem teria sido levado pela correnteza; já em Urucânia, quatro pessoas estão desaparecidas; desde o fim de semana, duas pessoas morreram vítimas da chuva

↑ Tromba d'água atingiu a cidade de Urucânia, na Zona da Mata, na madrugada desta segunda (4). (Foto: Divulgação/ Prefeitura)

O Corpo de Bombeiros retomou na manhã desta terça-feira (5) as buscas pelos desaparecidos após chuvas em cidades de Minas Gerais. Em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um homem foi levado pela correnteza e, em Urucânia, na Zona da Mata, quatro pessoas estão desaparecidas. Desde o fim de semana duas pessoas morreram vítimas da chuva.

Em Vespesiano, os militares disseram nesta segunda-feira (4) que receberam informações de testemunhas de que a vítima caiu em uma galeria que desagua em um córrego, em Vespasiano, não sendo mais vista. O Corpo de Bombeiros informou que as buscas foram retomadas no início desta manhã.

Em Urucânia, há duas crianças e dois adultos desaparecidos em uma uma comunidade rural. Foram cinco horas de chuva na madrugada desta segunda e uma precipitação de cerca de 150 mm, de acordo com o prefeito. Também há pessoas desalojadas sendo levadas para abrigos. Nesta manhã, os bombeiros informaram que cerca de dez militares retomaram as buscas pelos desaparecidos na cidade.

A chuva dos últimos dias castiga diversas cidades do estado. Por causa das pancadas, diversos municípios registram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra. Uma idosa morreu em Ribeirão das Neves. Em Santa Cruz do Escalvado, as ruas ficaram alagadas e deixaram moradores ilhados.

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), cinco mortes causadas pelas chuvas foram confirmadas em Minas Gerais desde o início do período chuvoso, em outubro. As duas mais recentes são a mulher em Ribeirão das Neves e uma criança de seis anos levada pela correnteza em Perdizes, no Alto Paranaíba, neste fim de semana.

Somente neste fim de semana, o Corpo de Bombeiros registrou cerca de 300 ocorrências em cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é que os dias sejam bastante chuvosos na primeira quinzena de dezembro em Minas.

Segundo o meteorologista Luiz Ladeia, na capital mineira, somente nos primeiros quatro dias do mês, foram registrados 200,9 milímetros de chuva, o que representa cerca de 62% da média esperada para dezembro na cidade. Nas últimas 24 horas, o registro foi de 93 milímetros.

No dia 30 de novembro, as prefeituras de Ribeirão das Neves, Caeté e Pedro Leopoldo decretaram emergência após fortes chuvas prejudicarem as cidades.

Comentários

MAIS NO TH