Brasil

25 de agosto de 2017 18:02

Pai suspeito de manter família em cárcere privado é liberado após depor

Defensoria Pública afirma que ele mantinha seis filhos sem cuidados médicos e sem matrícula em escola

O homem suspeito de manter a mulher e seis filhos em cárcere privado foi liberado após prestar depoimento em duas delegacias de Fortaleza. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social afirma que a Polícia Civil segue investigando o caso, que corre em segredo de Justiça, e que agiu em cumprimento a decisão judicial.

A secretaria afirma ainda que a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) vai dar continuidade e aprofundar as investigações sobre o caso para investigar se houve o cometimento dos crimes de maus-tratos e cárcere privado.

Massaharu Nogueira Adachi foi detido na manhã desta sexta-feira (25) após denúncia anônima de que ele privava de liberdade os seis filhos – de 4 a 19 anos de idade – e a mulher. Na casa dele, a polícia encontrou dois revólveres com munição com registros vencidos. Por conta do porte ilegal de arma, ele prestou depoimento na manhã desta sexta no 4º Distrito Policial.

Ele também prestou depoimento na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa). A delegacia especializada investiga se houve maus-tratos com as crianças.

Procura de familiares

A Defensoria Pública, que denuncia o suspeito, afirma que vai procurar outros familiares do suspeito e estuda pedir uma destituição da guarda familiar. Caso isso ocorra, a guarda das crianças passaria para um familiar das seis crianças.

Conforme a Defensoria, a suspeita é de que a família é privada de liberdade há 19 anos, desde que o suspeito, descendente de japonês, passou a morar na capital cearense.

Segundo a defensora pública do Núcleo de Atendimento da Defensoria da Infância e da Juventude (Nadij), Ana Cristina Barreto, que acompanhou o caso, as crianças e adolescentes eram mantidas isoladas de amigos e familiares. De acordo com ela, o pai tem problemas psicológicos, com relatos de perseguição e alucinatórios.

O Nadij entrou com uma ação urgente de medida protetiva para acolhimento institucional das seis crianças.

Família sem escola e sem médicos

Os filhos, quatro meninas e dois meninos, têm idades entre 4 e 19 anos. O caso foi denunciado após denúncia anônima por meio do Disque 100.

Segundo a Defensoria Pública do Ceará, as vítimas eram mantidas presas em um apartamento sem móveis e eram impedidas de ter contato com outras pessoas. As crianças também não frequentavam a escola e duas delas não possuem certidão de nascimento. Um inquérito policial foi aberto para investigar o caso.

Os vizinhos do empresário que supostamente mantinha seis filhos e a mulher em cárcere privado afirmam já ter visto o homem passeando com a família durante as madrugadas na praça em frente onde mora. Há relatos também de que eles passeavam de bicicleta, durante o dia, no entorno da residência. O empresário foi detido na Rua Visconde de Mauá, no Bairro Dionísio Torres, e conduzido à delegacia na manhã desta sexta-feira (25), em Fortaleza, após uma denúncia anônima.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH