Brasil

15 de junho de 2017 12:41

Comemoração de Corpus Christi tem tapetes coloridos pelo Brasil

Com origem no século 13, festa católica ocorre cerca de 60 dias depois da Páscoa e celebra o mistério da transmutação do corpo e do sangue de Jesus em pão e vinho.

A celebração do Corpus Christi nesta quinta-feira (15) teve procissões, missas e os famosos tapetes coloridos, feitos de serragem, flores, sal grosso, pó de café, tampinhas e outros materiais, pelas ruas do Brasil.

Com origem no século 13, a festa católica ocorre cerca de 60 dias depois da Páscoa e celebra a Eucaristia, um dos sacramentos da igreja católica que representa a transmutação do corpo e do sangue de Jesus em pão e vinho.

Os tapetes de Corpus Christi são uma tradição católica popular, que é comum em várias cidades do Brasil e Portugal, sendo confeccionados durante a celebração do dia de Corpus Christi. A prática, surgida em Portugal e posteriormente difundida no Brasil durante o período colonizatório, consiste na confecção de representações de cenas bíblicas, objetos devocionais ou simples temas ornamentais sobre as ruas em que a procissão da Eucaristia passará,o de mais costume, são desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.

A data é sempre comemorada numa quinta-feira em alusão à Quinta-feira Santa, quando a Igreja diz ter tido início a instituição deste sacramento na última ceia de Jesus.

Em Brasília, nas proximidades da Catedral, a decoração tradicional tem imagens de Cristo na cruz, cálices e pombas da paz. Os elementos fazem referência a símbolos do cristianismo e demarcam o caminho seguido pela procissão no canteiro central da Esplanada. Veja mais sobre o Corpus Christi no Distrito Federal.

Espírito Santo

 

Tradicionais tapetes de Corpus Christi de Castela são preparados pela comunidade

 Tradicionais tapetes de Corpus Christi de Castela são preparados pela comunidade

 

Mato Grosso do Sul

 

Tapete quase pronto para procissão em Campo Grande (Foto: Thiago Fontoura/ G1 MS)Tapete quase pronto para procissão em Campo Grande (Foto: Thiago Fontoura/ G1 MS)

 Tapete quase pronto para procissão em Campo Grande (Foto: Thiago Fontoura/ G1 MS)

Em Campo Grande, o tapete é feito por todo o trecho da rua 14 de julho, no Centro, mas Dourados e Corumbá também têm tradição na montagem das ilustrações. Os fieis são convidados a levarem doações de alimentos não perecíveis, material de limpeza e produtos de higiene pessoal. Veja outros pontos do Corpus Christi no Mato Grosso do Sul.

 

Minas Gerais

 

Mantas em tricô colorem ruas de Jacutinga no feriado de Corpus Christi  (Foto: Samira Guidi/Divulgação)Mantas em tricô colorem ruas de Jacutinga no feriado de Corpus Christi  (Foto: Samira Guidi/Divulgação)

 Mantas em tricô colorem ruas de Jacutinga no feriado de Corpus Christi (Foto: Samira Guidi/Divulgação)

Em Jacutinga, que faz parte do “Circuito das Malhas”, voluntários usaram mantas de tricô para enfeitar as ruas, e em Três Pontas, alimentos que serão doados a famílias carentes acompanham o tapete da procissão. Veja mais sobre o Corpus Christi no Sul de Minas.

 

Pará

 

Cidade de Capanema mantém tradição dos tapetes de Corpus Christi

 Cidade de Capanema mantém tradição dos tapetes de Corpus Christi

A comunidade católica de Capanema, no nordeste do Pará, mantém há 41 anos a tradição da confecção do tapete de serragem para a procissão de Corpus Christi. O trabalho começou por volta das 18h30 de quarta (14) e só terminou às 3h da madrugada. Veja mais sobre o Corpus Christi no Pará.

 

Paraná

 

Um dos tapetes é feito com 130 cobertores que serão doados para pessoas carentes  (Foto: Victor Hugo Bittencourt/RPC)Um dos tapetes é feito com 130 cobertores que serão doados para pessoas carentes  (Foto: Victor Hugo Bittencourt/RPC)

 Um dos tapetes é feito com 130 cobertores que serão doados para pessoas carentes (Foto: Victor Hugo Bittencourt/RPC)

Em Guarapuava, na região central, a novidade foi a utilização de cobertores para doação em um dos trechos do tapete. Veja mais sobre o Corpus Christi em Campos Gerais e Sul do Paraná.

 

Pernambuco

 

Moradores de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, confeccionam tapetes de Corpus Christi

 Moradores de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, confeccionam tapetes de Corpus Christi

Em Limoeiro, no Agreste, a tradição foi reproduzida dentro da Igreja de Nossa Senhora da Apresentação, por causa das chuvas. Na Igreja do Rosário dos Homens Pretos, no centro do Recife, o trabalho foi de madrugada. Veja mais sobre o Corpus Christi em Pernambuco.

 

Rio de Janeiro

 

Fiéis montam tradicionais tapetes de sal de Corpus Christi, no Rio

 Fiéis montam tradicionais tapetes de sal de Corpus Christi, no Rio

Neste ano, a confecção dos tradicionais tapetes de serragem em São Gonçalo começou ainda na noite do dia anterior. Em Niterói, eles foram feitos na avenida Amaral Peixoto, no centro da cidade. Na capital fluminenes, a celebração ocorre no Centro, em frente à catedral e na avenida Chile. Veja outros pontos do Corpus Christi no Rio de Janeiro.

 

Santa Catarina

 

Fiéis confeccionam tapetes em Itajaí  (Foto: Luiz Souza/RBS TV)Fiéis confeccionam tapetes em Itajaí  (Foto: Luiz Souza/RBS TV)

 Fiéis confeccionam tapetes em Itajaí (Foto: Luiz Souza/RBS TV)

Fiéis confeccionam tapetes feitos de flores, serragem e outros materiais em todas as regiões de Santa Catarina. Veja mais sobre o Corpus Christi em Santa Catarina.

 

São Paulo

 

Tapete colore Matão para a celebração do Corpus Christi

 Tapete colore Matão para a celebração do Corpus Christi

A preparação começou ainda de madrugada em Matão. Na edição deste ano, a expectativa é de que 70 mil pessoas compareçam ao evento religioso. Em Ibitinga, que é conhecida como a 'capital do bordado', o Corpus Christi é um pouco diferente, com tapete feito de tecidos bordados.

Celebração de Corpus Christi: tradicionais bordados enfeitam ruas de Ibitinga

 Celebração de Corpus Christi: tradicionais bordados enfeitam ruas de Ibitinga

Na Grande São Paulo, os tapetes fora montados em diversos pontos. Em Santana de Parnaíba, os fiéis voluntários viraram a madrugada montando o enfeite por 850 metros. No Centro da capital, uma tonelada e meia de sal grosso foi utilizada na Praça da Sé.

 

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH