Brasil

13 de junho de 2017 09:35

Hortas medicinais são implantadas em escolas com o apoio da Emater

Prática iniciada por alunos da rede pública será disseminada como referência nas comunidades

Os municípios de Piranhas, Mata Grande, Olho D’água do Casado e Água Branca receberam 500 mudas de plantas medicinais por meio de projeto desenvolvido pela Secretaria de Estado da Agricultura, Emater e Universidade Federal de Alagoas que busca estimular a produção de fitoterápicos com o uso de medicinais cultivados por agricultores familiares. 

As mudas reúnem mais de 20 espécies e estão sendo utilizadas para implantação de Hortas Matrizes em escolas públicas, tendo como base as práticas disseminadas durante palestras promovidas em cada um dos municípios parceiros com o tema “Plantas Medicinais e Fitoterápicos e Implantação de Hortas”, ministradas pelo engenheiro agrônomo e professor da Ufal, Clemens Fortes. 

As Hortas Matrizes funcionam como unidades centrais utilizadas como referência para que as técnicas sejam replicadas nas comunidades. Implantadas nas escolas, as hortas irão receber cuidados dos alunos e, com a atuação de técnicos da Emater, serão levadas para os agricultores familiares, observando fatores como manejo do solo e água e conhecimentos agroecológicos. 

“A ideia é que com o apoio das escolas os alunos aprendam e valorizem a medicina popular e, ao mesmo tempo, ajudem a disseminar a prática nas comunidades locais. Dentro do projeto, os técnicos da Emater vão multiplicar a iniciativa nas comunidades, estimulando o plantio de medicinais”, ressaltou a coordenadora de Projetos da Emater, Maria da Guia Fonseca.  

Entre as doações estão mudas de romã, boldo brasileiro, amora, cidreira, babosa, moringa, capim santo, orégano e hortelã, todas utilizadas para implantação das hortas nos municípios nos dias 6 e 7 deste mês. 

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH