Brasil

16 de março de 2017 22:15

Condenado pela morte de Eliza Samudio, Bola é julgado por outro assassinato

Segurança vai a júri popular, em Belo Horizonte, no dia 1º de junho

O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, vai ser julgado, em juri popular, em Belo Horizonte, como acusado de matar um motorista em 2009. Em 2013, Bola foi condenado a 22 anos de prisão pela morte de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes.

As investigações apontam que Bola foi contratado para matar um homem envolvido com a mulher de um comerciante. No dia do crime, a vítima caminhava próximo da casa dela, quando teria sido abordada pelo ex-policial. Bola teria cumprimentado o homem para se certificar se realmente se tratava do alvo. Em seguida, ele atirou no motorista e fugiu.

O julgamento está marcado para o dia primeiro de junho, no 1º Tribunal de Juri, no Forum Lafayete, no bairro Barro Preto, na região sul de BH.

Em 2013, o juri popular que condenou Bola pela morte de Eliza Samudio durou seis dias. Além dele, o goleiro Bruno Fernandes recebeu pena de 22 anos e três meses de prisão e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, ex-amigo do jogador foi condenado a 15 anos. Fernanda Castro Gomes, ex-namorada do atleta pegou pena de cinco anos em regime aberto pelos crimes de sequestro e cárcere privado de Eliza e do filho da modelo, Bruninho.

Fonte: R7 / Record

Comentários