Brasil

27 de outubro de 2016 13:11

Polícia analisa imagens que mostram morte de jovem alagoano em blitz na Paraíba

Delegado afirmou que a reconstituição deve acontecer na próxima quinta-feira (3)

O delegado titular da delegacia de homicídios de João Pessoa, Reinaldo Nóbrega, disse nesta quarta-feira (26) que já tem as imagens das câmeras de segurança que mostram o momento em que o universitário Cícero Maximino da Silva Júnior foi morto após ser baleado por um policial militar em uma blitz na orla da capital paraibana. Segundo Nóbrega, apesar das imagens ajudarem na investigação, elas não são conclusivas. Ele também afirmou que a reconstituição deve acontecer na quinta-feira (3), no mesmo horário em que a blitz estava acontecendo no dia do caso.

“O proprietário de uma casa da região atendeu nosso chamamento e cedeu voluntariamente as imagens. A gente fez uma análise preliminar, porém como estava escuro e a imagem um pouco distante, nós enviamos para o Instituto de Polícia Científica (IPC) para que eles passem alguns filtros nestas imagens para melhorar a qualidade e também aproximar”, disse Reinaldo Nóbrega.

Cícero foi atingido por um tiro no pescoço quando passava por uma blitz na Avenida João Maurício, na orla da praia de Manaíra, na sexta-feira (21). Segundo o delegado, a polícia tem duas versões diferentes do caso e a análise das imagens deve ajudar a encontrar a versão real do que aconteceu. A versão da Políicia Militar é de que o disparo aconteceu em uma “ação de defesa”. Já o condutor da moto em que o jovem estava apresentou uma versão oposta à da PM.

“Estamos esperando o retorno destas imagens melhoradas por parte do IPC para tomar as próximas providências. Esta investigação é um trabalho de mão dupla onde temos a delegacia de homicídios em conjunto com a criminalística, então também vamos realizar uma reprodução simulada dos fatos para também ajudar na investigação”, disse o delegado.

Fonte: Tribuna Hoje com G1 PB

Comentários

MAIS NO TH