Ailton Villanova

9 de janeiro de 2021

Explicação muito simples

Em que pese ter um filho engenheiro civil (o doutor Ednaldo), uma filha médica (a doutora Renilda) e três netos de menor idade, todos residindo na capital, o produtor rural Setembrino Ferreira era um matuto tradicionalista. Sua vida, ele dedicou inteiramente à agricultura e aos familiares mais próximos, no caso, os acima citados. Seu xodó, […]

7 de janeiro de 2021

Como ela não usava…

Indivíduo simples e pacato, o professor Periosto Astragalo só foi feliz no seu casamento com dona Antúrcia até o quinto ano. Depois daí, o parangolé desandou. Prepotente, vaidosa e besta, ela exigia tudo do infeliz, que pra ser santo só faltava mesmo as asas. Nos últimos tempos, para conversar com a esposa, mesmo sobre os […]

6 de janeiro de 2021

Planos bastante diferentes

Faço questão de declarar que minha candidata à presídente do Brasil é a senadora Marina Silva, mas não posso deixar de reconhecer que o professor José Serra foi um dos maiores ministros que o país já deu. Ele escreveu o seu nome na história da administração pública nacional através da realização de obras importantes na […]

5 de janeiro de 2021

Não era crucifixo. Era o namorado!

Todos os tipos – possíveis e imagináveis -, de remédios indicados para a engorda de criatura humana, fabricados aqui e no exterior, o distinto cidadão Anilésio Quintino já experimentou. Todos. Mas continua mais fino do que uma folha de papel, apesar de gozar de boa saúde. Dada a sua magreza, Anilésio ganhou o apelido de […]

4 de janeiro de 2021

Manchete preconceituosa

Contam que num domingo festivo de bate-bola, dois garotos tinham acabado de sair do estádio do Morumbi, em São Paulo, quando um deles foi atacado por um feroz rottweiler. O colega do garoto, num excepcional lance de coragem, utilizou-se de um grosso pau de bandeira que havia sido largado na rua, e aplicou violenta porrada […]

31 de dezembro de 2020

A mancada do “doutor”

Dentre aqueles que atuaram na Rádio Progresso de Alagoas dos velhos e bons tempos, não há quem não tenha guardada na memória a bizarra figura do “Doutor”. Baixinho, andar trôpego, olhos sempre vermelhos, míope que nem uma toupeira. Queridíssimo do pessoal da emissora, Doutor era uma espécie de faz-tudo na Progresso, desde que o trabalho […]

30 de dezembro de 2020

Rigoberto, o sonhador

O pai era catador de sururu na lagoa de Bebedouro e a mãe exercia a atividade de lavadeira, no mesmo bairro. A vida do Rigoberto não poderia ser um mar de rosas, conforme sói acontecer como todo pobre que vem ao mundo embalado pela cantoria de sapo cururu. Quando Rigoberdo abriu os olhos para o […]

29 de dezembro de 2020

Apenas para tirar a dúvida

O distinto cidadão intitulado Rodinaldo Messias foi dono de um açougue no Tabuleiro do Martins, que funcionava de segunda a sábado, o dia todo. A freguesia era fidelíssima. De vez em quando, pintava gente nova na relação dos frequentadores do açougue, que vendia até picolé, fabricado por dona Epifânia, mulher do Rodinaldo. Numa certa ocasião, […]

28 de dezembro de 2020

Bom de batuque

Na época em que o capitão Virgulino Ferreira, o proverbial e indefectível Lampião andava pelejando pelas regiões agrestinas e sertanejas de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Bahia, existia na banda de cá, um certo major Ariosto Febrônio, que era brabo virado no cão. Ariosto Febrônio era dono de um mundão de terras no Agreste e no […]

23 de dezembro de 2020

Um Conto de Natal

    O NASCIMENTO DO MENINO JESUS   Sol causticando. O esquelético jumento é puxado por um homem de caminhar vacilante, trôpego. O homem para, olha adiante. Só vê estrada acidentada e poeirenta. Vira-se e fala para a mulher que está montada no animal:   – Tá doendo muito, Maria?   Ela gemeu e apertou […]