Alisson Barreto

19 de janeiro de 2020

A Igreja, supostas aparições e o Direito Canônico

INTRODUÇÃO
PARTE 1 - A SANTA IGREJA E SUPOSTAS APARIÇÕES
PARTE 2 - SUPOSTAS APARIÇÕES E CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO
CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

INTRODUÇÃO

Há e, de tempos e tempos, surgem movimentos, ditas missões e posicionamentos laterais (direitistas ou esquerdistas) que se voltam contra Papa(s), algumas vezes chegando a acreditar que a Virgem Maria se preste a esse papel de divisão. O que a Igreja diz a respeito disso e quais as consequências canônicas?

Muitas vozes se levantam

A atacar a paz, bradam.

Cordeiro de Deus, ó Manso,

Por que ainda te atacam?

.

PARTE 1 – A SANTA IGREJA E SUPOSTAS APARIÇÕES

O cristão precisa ter cuidado, pois há tentativas de quebra da unidade. O cisma do oriente foi o primeiro grande cisma, separando os ortodoxos da comunhão plena com a santa igreja. Depois vieram os protestantes. Hoje, vemos atos disseminados entre católicos que os levam a acusar o Santo Padre, o Papa, declarando-se contrários a ele, inclusive acreditando apoiar-se em suposta aparição da Virgem Maria.

É preciso perceber que a Igreja precisa mais de oração e menos de combates aos seus líderes. Ainda que a oraçao sacerdotal de Nosso Senhor Jesus Cristo seja “para que todos sejam um” e a posição do Diabo seja a de propor divisão no Reino de Deus, muitos cristãos não percebem isso e continuam veementes contra a unidade da Igreja, atacando o Papa, os bispos e padres da Santa Igreja.

Há ditas aparições que nunca foram aprovadas pela Santa Mãe Igreja e ainda assim (verdadeiros) “discípulos de seus videntes” acreditam nelas e se baseiam nelas para atacar o Santo Padre. Ora, se um movimento de pessoas defende que as supostas aparições se voltam contra quem foi colocado pelo Espírito Santo para conduzir a Santa Igreja tal movimento atenta contra a santa fé, de forma cismática. E cisma é causa de excomunhão automática. Portanto, é necessário muito cuidado com os rumos que estão tomando. Não troquem o Catecismo, a Sagrada Escritura e o Código de Direito Canônico por supostas aparições não aprovadas pela Santa Mãe Igreja.

São Pio de Pietrelcina dizia que “o Demônio pode aparecer de diversas formas para tentar as pessoas, até mesmo com aparência de Jesus , mas jamais vai aparecer com as vestes da cruz e da humildade”. Portanto, para conseguir o que ele quer ele pode aguçar o orgulho humano até mesmo contra o Santo Padre, até mesmo aparecendo como se fosse Maria. Cada um que se analise e veja a quem estão seguindo.

Se não concorda com algo que algum Papa fala, siga os seguintes três passos: (1) primeiro, investigue se não se trata de fake News (há muitos canais midiáticos empenhados em passar, de forma deturpada. (2) Depois, faça uma análise de consciência e de santidade. (3) Depois, reze e faça como diz a Sagrada Escritura: “meditai em vossos leitos e calai o coração”. As Portas do Inferno não prevalecerão contra a Igreja!

É mister lembrar-se de que o que nos fortalece é a unidade eucarística e sacramental, a qual Nosso Senhor Jesus Cristo roga ao Pai para termos. E o oposto a isso é a divisão (do grego diabolos, “diabolos”). Notem que o socialismo promove a luta de classes e seu sonho, na Igreja, é que o corpo combata contra a cabeça. O povo de Deus é o corpo de Cristo e o Papa exerce função de cabeça, agindo em Nome de Cristo, escolhido e inspirado pelo Espírito Santo. Pensem nisso, antes de combater contra o Papa.

Como se sabe, a Santa Mãe Igreja tem três colunas: Sagrada Escritura, Sagrada Tradição e Sagrado Magistério. Vale recordar que Jesus é a plenitude da revelação, não havendo revelação a esperar que não esteja n’Ele e na Sagrada Escritura. A Sagrada Tradição e o Sagrado Magistério transmitem e explicam a revelação.

Na história da Santa Mãe Igreja, desconhece-se postura rebelde contra a autoridade de um Papa em que o Papa que estivesse errado e os cismáticos, corretos. Houve casos de antipapas, mas tais impostores não foram colocados como papas segundo os preceitos canônicos, se denominaram papas. O Papa Francisco foi, canonicamente, colocado como Papa, não se fez Papa. O Papa Emérito Bento XVI não é um homem fraco que tenha abdicado da cátedra de Pedro por medo nem mentiroso ao reconhecer a autenticidade do papado de Papa Francisco. Ao contrário: o Papa Emérito Bento XVI deu seu testemunho de unidade com Francisco, inúmeras vezes, inclusive se pronunciando contra acusações de que estivesse contra o Papa Francisco, como é o caso do livro recentemente lançado pelo cardeal Sarah. Não cabe aos filhos da Santa Igreja se voltar contra quem o Espírito Santo colocou na cátedra de Pedro.

As aparições de Nossa Senhora sempre se deram em situações de prévia a evitar um mal, não em confronto direto e atual com um Papa legitimamente instituído, provocando divisões. Maria une em Cristo, não divide o corpo de Cristo contra a cabeça. Portanto, uma suposta aparição que atente contra isso é falsa.

Se em um grupo fica evidente que sua missão e postura são herética ou tem a cismática postura de combater um Papa da Santa Mãe Igreja não se deve participar dele. Reiterando: não existe veracidade em posicionamento que se volte contra um Papa legitimamente instituído e é falsa qualquer suposta aparição que se volte contra um Papa legitimamente instituído. Maria não se voltou contra Pedro! Uma suposta aparição não tem competência de combater o Sagrado Magistério da Santa Igreja Católica, como o fazem algumas supostas aparições.

Atacam a Pedro, que mal ele fez?

E a história se repete: crucificam-no.

Mãe, ó mãe, por que mais uma vez?

.

PARTE 2 – SUPOSTAS APARIÇÕES E CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO

Quanto ao cisma, o Código de Direito Canônico é bem claro e declara sua punição: excomunhão “latae sententiae”. Eis, pois, o que o supracitado codex preceitua, em especial no parágrafo primeiro do cânones 1364 (que determina a sanção) e no cânone 751 (que define cisma):

Em português Em latim
Cân. 1364 — § 1. Sem prejuízo do cân. 194, § 1, n.° 2, o apóstata da fé, o herege e o cismático incorrem em excomunhão latae sententiae; o clérigo pode ainda ser punido com as penas referidas no cân. 1336, § 1, ns. l, 2 e 3. Cân. 1364 – § 1. Apostata a fide, haereticus vel schismaticus in excomummunicationem latae sententiae, firmo praescripto can. 194, § 1, n. 2; clericus praesterea poenis, de quibus in can. 1336, § 1, nn. 1, 2 et 3, punniri;
Cân. 751 — Diz-se heresia a negação pertinaz, depois de recebido o baptismo, de alguma verdade que se deve crer com fé divina e católica, ou ainda a dúvida pertinaz acerca da mesma; apostasia, o repúdio total da fé cristã; cisma, a recusa da sujeição ao Sumo Pontífice ou da comunhão com os membros da Igreja que lhe estão sujeitos. Can. 751 – Dicitur haeresis, pertinax, post receptum baptismum, alicuius veritatis fide divina et catholica credendae denegatio, aut de eadem pertinax dubitatio; apostasia, fidei christianae ex toto repudiatio; schisma, subiectionis Summo Pontifici aut communionis cum Ecclesiae membris eidem subditis detrectatio.

A excomunhão latae sententiae é uma sanção objetiva decorrente da postura subjetiva do indivíduo e não requer a declaração de um bispo, dá-se automaticamente. Portanto, muito cuidado com as bandeiras que levanta. É fundamental atentar-se a isso antes de se aproximar de Jesus Eucaristia para não cometer também o pecado de sacrilégio.

Dizem ser corpo, mas da cabeça não têm clemência.

Dizem ser igreja, mas perseguem a Pedro.

Dizem amar, mas vociferam violência.

.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Diante do que foi exposto, fica aqui o apelo ao povo de Deus: cuidado com o que repassam. Não troquem o amor pelo ódio, a humildade pelo orgulho, a voz da Santa Igreja pela voz de videntes, a comunhão pela divisão.

Acorda, ó povo!

Amai de novo.

Despertai.

Maceió, 19 de janeiro de 2020.

Alisson Francisco Rodrigues Barreto*

*Alisson Francisco Rodrigues Barreto é poeta, filósofo; bacharel em Direito, pós-graduado. Autor do blog Alisson Barreto (outrora chamado de A Palavra em palavras)  desde 2011, na Tribuna, e também do livro “Pensando com poesia”.

15 de janeiro de 2020

Comentários filosóficos à Ascensão Skywalker

Diante de um cartaz de Starwars, muitos só veem uma propaganda de um filme de ficção científica; mas quem, assistindo, não se intriga com a existências de duas forças antagônicas a digladiarem através dos tempos? Hora de buscar resumir aspectos filosóficos no embate entre Jedi e Sith, República e Império. No mundo, entre guerras e […]

8 de janeiro de 2020

O perigo mora on-line

O perigo mora on-line Por Alisson Barreto Data da publicação: 08/01/2020 Muito já foi falado sobre o perigo da postagem de fotos de biquíni em redes sociais, mas e quanto aos cadastros em lojas e empresas empregatícias? A vulnerabilidade do desempregado e acostumar-se com a internet são ensejos a várias situações de risco. O perigo […]

2 de janeiro de 2020

O CORAÇÃO, DOIS PÉS E UM RECOMEÇO DE 366 PÁGINAS

O CORAÇÃO, DOIS PÉS E UM RECOMEÇO DE 366 PÁGINAS Por Alisson Barreto Publicado em 02/01/2020 Um novo ano se inicia, aonde teu coração deseja ir? Aonde teus pés te levarão? Eis que é um ano bissexto (366 dias) e todos terão um dia a mais para realizar. O que será feito com as novas oportunidades? Sonhos e oportunidades no ar. 366 dias […]

17 de dezembro de 2019

A Crise de Felicidade e a Teoria dos Jogos

A Crise de Felicidade e a Teoria dos Jogos Por Alisson Barreto Publicado em 17/12/2019 Desde os primórdios, a humanidade se depara com dilemas entre moralidade e maximização de resultados. Em ambos os casos dilemáticos, cada indivíduo se depara com limites de capacidades da percepção e do interesse em utilização dos dados possíveis. Numa época […]

10 de dezembro de 2019

ESPERANDO O MENINO JESUS

ESPERANDO O MENINO JESUS Por Alisson Barreto Publicado em 10/12/2019 É fim de ano e o tempo de comemorarmos a chegada do Menino Jesus está cada vez mais próximo. Chegou o Advento, oportunidade maravilhosa de preparação para o Natal Que venha Aquele que há de vir! Uma bela estrela aponta para a luz. Vinde, Senhor […]

4 de dezembro de 2019

O PODER DEMERITÓRIO E SUA CAPACIDADE DESTRUTIVA

O poder demeritório e sua capacidade destrutiva Por Alisson Barreto Publicado em 04/12/2019 Já observou que muitos chegam ao poder por meio de fraudes e muitos têm seus méritos ceifados por deméritos alheios? Abordar-se-á, portanto, essa destruidora avalancha doravante chamada de poder demeritório. [I] O pior desastre ambiental é o que atinge a alma. Atingindo […]

26 de novembro de 2019

A virtude, entre a avareza e a prodigalidade

A virtude, entre a avareza e a prodigalidade Por Alisson Barreto Publicado em 26/11/2019 Exacerbação da usura| Tolerância e realização da virtude |Exacerbação por dissipação (U) ← avareza |← controle estrito ← equilíbrio → generosidade→| prodigalidade → (P) Há pessoas que gastam mais do que têm ou podem e há pessoas que se fecham no […]

19 de novembro de 2019

Leis de grupos e o véu da desvaloração humana

Leis de grupos e o véu da desvaloração humana Por Alisson Barreto Publicado em 19/11/19 Há uma multiplicação de legislações protetivas a grupos étnicos, etários, sexuais e os indicadores de violência parecem não diminuir. O que está por trás disso? É preciso analisar as causas dessas necessidades legislativas. (A) Lei, ó lei, o que te […]