Roberto Baia

6 de outubro de 2020

Hector na luta

A partir desta edição, vamos divulgar as propostas e ações dos candidatos a prefeito de Arapiraca, iniciando com o advogado Hector Martins, do Cidadania: O novo estilo de gestão proposto pelo advogado Hector Martins, candidato a prefeito de Arapiraca pelo Cidadania 23, inclui, entre tantas propostas inovadoras, ouvir a necessidade real da população e atender estas demandas.

“Não dá pra criar projetos pra agradar conchavos e depois não terminar as obras e deixar o povo abandonado”, explica Hector Martins.

 

Corrente do Bem

A Corrente do Bem quer saber quais obras estruturantes, quais serviços são mais necessários nas comunidades rurais e nos bairros de Arapiraca.

“Arapiraca tem um péssimo sistema de transporte público. Não atende a necessidade do público que trabalha no comércio e estuda à noite. Os horários impedem a gente de estudar porque não tem transporte pra casa, lamentou o comerciário Antônio Alves.

 

Falta de serviços

As igrejas sofrem também com a falta de serviços públicos voltados justamente para o público. “Se a igreja começa o culto muito cedo nem todos os fiéis conseguem chegar a tempo. Mas preciso começar cedo pra terminar cedo porque muitas ruas estão sem iluminação pública, o que facilita a vida do ladrão que se esconde pra atacar as pessoas”, comentou o pastor Benilton, candidato a vereador pelo Cidadania 23.

 

Inovações

Fazer por fazer e não ter utilidade – Durante todos estes anos quantas vezes a população foi ouvida para decidir sobre a comunidade onde mora? Além do mais, as propostas e projetos de Hector Martins são sempre relacionadas a inovações e formas pelo bem estar comum da população. Não adianta fazer uma obra sem serventia se a necessidade imediata da população é algum outro serviço.

 

Necessidade pública

“A gestão de Arapiraca precisa estar mais próxima do povo. Ouvir!! Conversar!! O povo é quem vai me colocar na cadeira de prefeito. E eu quero estar prefeito para trabalhar pelo bem estar desse povo tão trabalhador e que merece uma cidade melhor. Os serviços devem ser voltados para a necessidade pública e não ser escolhidos por conchavos políticos”, argumentou Hector Martins.

 

Processo de entendimento

O senador Renan Calheiros (MDB) em entrevista ao jornalista Mozart Luna – coluna Integração, assegurou que o MDB deverá iniciar um processo de entendimento com os três principais candidatos a prefeito, em Arapiraca, para formar uma aliança política. Na visão do senador, a candidatura do vice-governador Luciano Barbosa, é eventual e não se sustentará.

 

Melhor pontuação

Renan Calheiros deve abrir uma conversa, com os três candidatos a prefeito que apresentam melhor pontuação junto ao eleitorado – a prefeita Fabiana Pessoa (Republicanos) o deputado estadual Tarcizo Freire (PP) e a vereadora Gilvania Barros (Solidariedade)

 

Bom relacionamento

Na segunda-feira (05), o vice-governador Luciano Barbosa foi citado pela Justiça para apresentar em sete dias sua defesa sobre a nulidade de sua candidatura.  Enquanto isso, o MDB declara que mantém um bom relacionamento com a prefeita Fabiana Pessoa, assim como com a vereadora Gilvânia Barros e o deputado estadual Tarcizo Freire. (Com Roberto Gonçalves).

 

Prorrogado

A Prefeitura de Arapiraca, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), prorrogou o prazo para renovação de licença dos permissionários dos serviços de transporte público de passageiros até o dia 10 de novembro de 2020.

 

Isentos de juros e multa

Segundo o superintendente do órgão municipal, José Willians Lopes de Lima, a prorrogação é em cumprimento ao Decreto Municipal nº 2.668/2020, que prorrogou por mais 60 dias a situação de emergência na saúde pública em Arapiraca, devido à covid-19. “Com a prorrogação, os permissionários também ficarão isentos de juros e multa sem nenhum tipo incidência até o dia 10 de novembro”, afirmou o superintendente da SMTT. (Com assessoria).

 

… A tradicional Feira do Gado de Arapiraca volta a funcionar a partir da próxima terça-feira (13). O anúncio de liberação estadual ocorreu no último decreto, mas foi necessário o envio de documentos da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) para a retomada das atividades.

 

… A expectativa é que a movimentação aumente nas próximas semanas devido aos dias que a feira ficou sem funcionar, mas o acesso será restrito devido a pandemia do novo coronavírus.

 

… A prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural, reforçou que todos os protocolos de segurança já foram definidos e deverão ser seguidos pelos frequentadores do local, como o uso obrigatório de máscaras e distanciamento social.(Com assessoria).