Blog do Dresch

14 de novembro de 2018

Arapiraca está ficando mais perto

O segundo trecho da duplicação da rodovia AL-220, que liga Maceió e a orla marítima de Alagoas a Arapiraca, está com 30% dos trabalhos concluídos. O trecho liga Campo Alegre ao agreste garantindo mais segurança e qualidade de tráfego aos usuários da rodovia, assinalou o superintendente de Obras do Departamento de Estradas e Rodagem de Alagoas (DER), Iran Menezes. Ele confirma que no momento estão sendo realizados os serviços de terraplenagem, drenagem e pavimentação. No total, serão investidos R$ 180 milhões na duplicação de toda a rodovia.

Desconhecimento médico

Uma pesquisa desenvolvida por cientistas da Universidade de Brasília (UnB) evidenciou o desconhecimento de médicos heterossexuais quanto à homossexualidade. Os pesquisadores questionaram 224 profissionais atuantes no Distrito Federal, a partir de um roteiro de perguntas elaborado por estudiosos norte-americanos. Constatou-se assim que, em média, os participantes acertaram apenas 11,8 dos itens (65,5% das 18 respostas dadas).  Alguns acertaram apenas duas questões. O número de erros foi maior entre católicos e evangélicos, com 11,43 alternativas corretas. Já houve estudos que comprovaram a falta de conhecimento para o atendimento ao segmento LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais), fazendo que estas pessoas sintam medo de serem hostilizadas, deixando de fazer consultas periódicas, tão importantes na detecção de doenças em estágio inicial.

Bolsonaro recebe governadores

Pelo menos 18 governadores eleitos ou reeleitos participarão de um encontro em Brasília, ás 9h desta quinta-feira, com o presidente eleito Jair Bolsonaro. O governador de Alagoas, Renan Filho, que está em viagem de férias, não deverá participar. O encontro foi organizado pelos governadores João Dória, de São Paulo e Ibaneis Rocha, do Distrito Federal, e além de Bolsonaro, devem participar os futuros ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

22 mil menores internados

Existem atualmente mais de 22 mil jovens internados em 461 unidades socioeducativas existentes no país, segundo levantamento feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O documento assinala que estão computados apenas os adolescentes que cumprem regime fechado e não inclui aqueles que cumprem outras medidas como semiliberdade e liberdade assistida. A internação é a opção mais rigorosa, não podendo exceder três anos, sendo reavaliada a cada seis meses.

22 mil menores internados 2

O estado de São Paulo tem o maior número de menores internados, sendo mais de 6 mil, seguido pelo Rio de janeiro. O Acre tem apenas 564 menores recolhidos, mas eles correspondem a 62,7 de cada 100 mil habitantes, um dos maiores índices do país. No que diz respeito é meninas internadas, hoje no país são ao todo 841 jovens do sexo feminino cumprindo pena, segundo o levantamento do CNJ (excluindo os estados do Amazonas, Minas Gerais e Sergipe, que não enviaram seus dados).

Agulhas em morangos

Uma mulher suspeita de colocar agulhas de costuras em morangos que foram comercializados na Austrália, pode pegar até dez anos de cadeia, informou a polícia local. My Ut Trinth, de 50 anos, foi indiciada por sete acusações por “contaminação de produtos, com circunstância de agravamento” assinalou o chefe da divisão de Narcóticos e Crimes Graves da polícia de Queensland, no norte do país.

Agulhas em morangos 2

A mulher, ex-funcionária do setor de morangos, prestou depoimento neste domingo. Foram denunciados 320 casos de sabotagem, em 68 marcas. A polícia detectou 186 incidentes em todo o país, sendo 77 somente em Queensland. A sabotagem de morangos obrigou a retirada de milhares de cestinhas da fruta dos supermercados, assim como os agricultores desprezaram toneladas do produto. Alguns casos isolados foram detectados ainda na Nova Zelândia.

 

 

  • Em uma carta, escrita em 1922, o físico Albert Einstein, previu tempos difíceis e obscuros para a Alemanha, com a ascensão de Adolf Hitler.
  • Após o assassinato de seu amigo Walther Rathenau e de ser advertido pela política que também corria risco de vida, ele resolveu enviar a correspondência a sua irmã, Maria.
  • Einstein alertou a irmã sobre os perigos do crescente nacionalismo alemão, assim como o antissemitismo. Ele acreditava que estava sendo formado um período econômico e politicamente obscuro.
  • As relações entre Albert e Maria eram muito especiais e estreitas, diz o editor do projeto Einstein Papers, e esta carta mostra isso claramente, já que revela os pensamentos íntimos do físico.
  • A carta, que foi a leilão na Casa de Leilão Kedem, em Jerusalém e arrematada por US$ 12 mil por um comprador anônimo.