Blog do Dresch

8 de novembro de 2018

Segurança quer entregar 7 Centros Integrados este ano

Alagoas vai ganhar, até o final do ano, outros sete Centros Integrados de Segurança Pública (CISP) ampliando a abrangência da segurança no Estado, segundo anúncio feito pelo secretário da Segurança Pública, Lima Júnior. Serão cinco Centros nos municípios de Campo   Alegre, Marimbondo, Messias, São Sebastião e Taquarana, todos do Tipo 1, que custam pouco mais de R$ 1.831 milhão cada.  Segundo a empresa encarregada das obras, os prédios poderão ser inaugurados antes do final do ano.

Mais 7 Centros Integrados 2

Já os municípios de Pilar e Teotônio Vilela, serão os primeiros do Estado a receberem os Centros do Tipo 2, mais modernos, mais amplos e cada um a um custo de R$ 8.845 milhões aos cofres estaduais. Estes prédios vão abrigar dois cartórios, alojamentos, refeitórios e cinco celas com capacidade para 33 presos. E como nos demais, vai contar com a presença da guarnição da Polícia Militar e uma delegacia de Polícia Civil.

Cultura igual à da Venezuela

O atual ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão (que fará parte do secretariado do novo governo paulista), divulgou nota a respeito da possibilidade do governo Jair Bolsonaro unificar o ministério da Cultura com outras pastas, comparando com modelos adotados em outros países. Para o ministro, o ideal seria adotar um modelo semelhante a Coreia do Sul. Contudo, a sugestão divulgada por Bolsonaro se assemelha a Venezuela. “A junção de Educação, Cultura e Esporte tem um paradigma que não me parece adequado: Venezuela. Torço para que o novo presidente escolha o melhor modelo, e realize uma política cultural a altura da força econômica e social da cultura brasileira e do potencial de crescimento que o setor apresenta. Isso é o mais importante” assegurou Sá Leitão.

Indústria retoma produção

Voltou a operar ontem a Intercement Brasil, fabricante de cimento e concreto instalada em São Miguel dos Campos. A retomada das atividades ganhou um investimento de R$ 40 milhões e deverá gerar cerca de 450 empregos diretos e indiretos. Antiga Cimpor, com 40 anos no mercado, a Intercement voltou a operar após um incidente ocorrido em seu galpão industrial, que forçou a indústria a paralisar suas atividades em julho de 2017.

Boxeador morre engasgado

O ex-campeão argentino e sul-americano de boxe, Mario Melo, 56 anos, morreu no último domingo de uma crise cardíaca, engasgado após participar de um concurso de comer croissants. Melo foi campeão dos pesos-pesados e meio-pesados nos anos 1980 e 1990. O ex-boxeador participava de uma competição gastronômica organizada pela cidade de Pinamar, 350 km ao sul de Buenos Ayres.

Boxeador morre engasgado 2

De acordo com declarações da direção do hospital municipal da cidade, o pugilista obstruiu a via aérea com um croissant, o que acabou provocando uma parada respiratória. A reanimação foi tentada, mas já era tarde, disse um diretor. O concurso consistia em engolir o maior número de “medialunas” (como são chamados os croissants na Argentina) em um minuto.

Pânico paga indenização

A Band e quatro integrantes do programa Pânico (2012-2017) foram condenados a indenizar a atriz Luana Piovani em R$ 300 mil, por danos morais. Segundo a decisão, o programa ofendeu a humilhou a atriz, expondo inclusive imagens de momentos de lazer e privacidade. A reportagem do Pânico chegou a chamar a atriz de “piranha”. A 1ª Vara Cível de São Paulo, que determinou a indenização, responsabilizou além da emissora, os apresentadores Rodrigo Scarpa (Vesgo), Emílio Surita, o diretor Alan Rapp e Marcelo Picón, o Bolinha.

 

  • Órgãos e entidades ligadas de alguma forma a segurança pública estadual participam hoje e amanhã do Seminário “Efetivação do Sistema Único de Segurança Pública nas Ações e Políticas de Defesa Social em Alagoas”.
  • A iniciativa é uma parceria entre a Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg) e o Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg).
  • A finalidade do evento é de instituir o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e criar a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS).
  • O seminário acontece no auditório da sede do Detran, no Tabuleiro, e um dos debates diz respeito ao desenvolvimento de ações que promovam um trânsito mais seguro e humanizado para os alagoanos.
  • Participam do debate o diretor-presidente do Detran, Antonio Carlos Gouveia, o superintende regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Juliano Quintella e o superintendente municipal de Transporte e Trânsito de Maceió (SMTT), Antonio Moura.