Blog do Dresch

1 de novembro de 2018

Governo quer utilizar “snipers” contra o crime

O novo governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) reafirmou ontem sua intenção em empregar snipers (atiradores de elite) no combate ao crime organizado nas comunidades cariocas. Ele defende o “abate” de qualquer um que esteja armado com um fuzil, sem que os policiais sejam responsabilizados por isso. Witzel solicitou que fosse feito um levantamento nas polícias Civil e Militar sobre o número de snipers existentes e que possam ser utilizados na luta contra o tráfico.

Os snipers cariocas 2

Além de passar a utilizar os atiradores de elite, procedimento largamente praticado pelas tropas norte-americanas nas guerras do oriente médio, o governador eleito disse que pedirá ao presidente Jair Bolsonaro para manter a ocupação das Forças Armadas no Rio até outubro de 2019. Witzel defende que esta nova etapa seja uma transição, com a diferença que o comando passe a ser estadual, e não mais federal.

O recuo do recuo

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) resolveu retomar a sugestão de fundir ministérios. Ideia que havia sido anunciada durante a campanha, depois repensada e agora, retomada. Com isso os ministérios da Fazenda, Planejamento e de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, vão tornar-se em um superministério, o da Economia, a ser chefiado por Paulo Guedes. Outra ideia que havia sido afastada era a união dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. Agora, a fusão foi confirmada pelo deputado federal Onix Lorenzoni (DEM-RS) coordenador da equipe de transição do governo. Ele anunciou que “agricultura e meio ambiente estarão no mesmo ministério, como foi dito desde o primeiro momento” afirmou o parlamentar. Essa fusão havia sido descartada pouco antes do segundo turno, por pressão de alguns setores do agronegócio, que agora foram ignorados.

Vigilância nos carros-pipa

O transporte de água potável através de carros pipa para a população castigada pela estiagem, vem merecendo uma atenção por parte da Vigilância Sanitária Estadual. Técnicos do orgão inspecionam em média 70 tanques a cada mês, para evitar a contaminação da água. Um dos principais problemas é a ferrugem que pode fazer com que a população consuma água inadequada. A missão da vigilância é buscar a correção do problema junto ao transportador para que transporte seja retomado.

Movimento no aeroporto

O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares deve crescer 6,3% no feriado de Finados, segundo estimativas da Infraero. Segundo a empresa, entre os dias 1 e 5 de novembro, o terminal deverá receber 28,9 mil passageiros, entre embarques e desembarques. Assim, são 1,7 mil viajantes a mais que o registrado no mesmo período de 2017, quando 27,2 mil passageiros foram registrados no Aeroporto.

 

O mês nacional do júri

Novembro é o mês escolhido para que se realize uma espécie de mutirão de julgamentos pendentes. Para tanto o Conselho Nacional de Justiça estabeleceu o Mês Nacional do Júri, ficando sob a responsabilidade dos Tribunais de Justiça a elaboração da pauta. Em Alagoas, o Poder Judiciário relacionou 140 júris populares, alguns deles envolvendo crimes de repercussão no Estado. O trabalho contará com a participação do Ministério Público, da Defensoria Pública e dos órgãos de segurança de Alagoas.

O mês nacional do júri 2

Um dos primeiros julgamentos pautados tem como réu Wellington Francisco de Souza, acusado de estuprar e matar por asfixia uma idosa de 72 anos de idade, crime ocorrido em dezembro de 2012 em Colônia de Leopoldina. O júri está marcado par as 9h do dia 6. Já no dia 8 acontece o julgamento de José de Souza Filho que responde a crime de feminicídio contra Genilsa dos Santos Rodrigues, assassinada com 30 facadas em Igreja Nova em 2009.

 

 

  • Publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) as notas dos candidatos que disputaram as 500 vagas ofertadas pela Polícia Militar para o cargo de soldado combatente.
  • O resultado do concurso traz, na edição do dia 30, além das notas obtidas, o número de inscrição do candidato, os nomes em ordem alfabética e a nota final da prova objetiva.
  • A publicação traz ainda a convocação para a avaliação médica e das condições de saúde física e mental e para o preenchimento da Ficha de Informações Confidenciais (FIC), que deve auxiliar na comprovação da documentação e na investigação social dos aprovados.
  • O local, data e horário da avaliação médica estará publicada no endereço eletrônico cespe.unb.br a partir do dia 12 de novembro.