Blog do Dresch

31 de outubro de 2018

Estado cria o Prêmio de Direitos Humanos  

Três pessoas serão homenageadas no próximo dia 7 de dezembro com o Prêmio Alagoas de Direitos Humanos, pelos serviços prestados em defesa da vida e demais direitos na sua área de atuação. Receberão o prêmio o cirurgião vascular Hemerson Casado, a capitã PM Márcia Danielli e o jornalista da TV Globo, Caco Barcellos. A homenagem é uma iniciativa do Governo do Estado através da Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos.

Prêmio de Direitos Humanos 2

Nesta primeira edição do prêmio os homenageados foram escolhidos pela promoção dos direitos em suas respectivas áreas. É o caso do médico Hemerson Casado, que desenvolve uma luta pela pesquisa e conhecimento da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) doença degenerativa e até agora incurável, que acomete um grande número de pessoas, inclusive ele próprio. O médico busca uma ampliação no atendimento pelo SUS e nos planos de saúde para a doença.

Prêmio de Direitos Humanos 3

Outra alagoana homenageada com o prêmio é a capitã PM Márcia Danielli, comandante da Patrulha Maria da Penha, que assiste mulheres vítimas da violência doméstica. A Patrulha se destaca pela sua atuação, e pelo trabalho que desenvolve junto a 35 mulheres agredidas. E o jornalista Caco Barcellos receberá o prêmio pelo trabalho desenvolvido como jornalista, tanto através de reportagens televisivas quanto por livros de combate ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil.

Reforma da previdência na pauta

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que pretende aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, e que vai colaborar com a negociação do Congresso com o governo Temer. Com isso, ele evita um desgaste político no início da sua gestão e antecipa uma solução para a questão das aposentadorias. Bolsonaro disse também que vai trabalhar “para salvar alguma coisa dessa reforma que está aí. Precisamos ver o que pode ser aprovado pelo Congresso, porque alguma coisa deve ser salva. Não podemos é não aprovar nada no corrente ano. Mesmo do jeito que está ela é bem-vinda e será feita, no que depender de nós, com muito critério e responsabilidade” acentuou o novo presidente.

Defesa do teto de gastos

Outro assunto que o presidente Bolsonaro quer discutir com os parlamentares e evitar outras pautas-bomba, é a questão do déficit público. “Não podemos aumentar o déficit” disse ele, que ao mesmo descartou qualquer hipótese de revogar a PEC do Teto dos Gastos. “Nossa economia está deficitária e não adianta revogar o teto (de gastos) ”. Assinalou ainda que vai diminuir o tamanho do estado, cortar cargos de comissão, ministérios e reduzir o valor do cartão corporativo.

Rombo das contas públicas

O setor público fechou o mês de setembro com um déficit primário de R$ 24,621 bilhões, acima da estimativa de mercado que era de R$ 22,4 bilhões e acima também do déficit do mesmo mês do ano passado, que chegou a R$ 21,259 bilhões. No ano, o governo até agora acumula um déficit de R$ 59, 321 bilhões.  Em 12 meses, o saldo negativo está em R$ 87,794 bilhões, ou 1,29% do Produto Interno Bruto (PIB).

Rombo das contas públicas 2

O resultado obtido no nono mês de 2018 reflete um déficit do governo central de R$ 24.292 bilhões e um superávit de R$ 795 milhões dos Estados e municípios. Também entra na conta o resultado das estatais (incluindo grupos como Petrobrás e Eletrobrás) que foi deficitário em R$ 466 milhões no mês. A meta do déficit para o setor público consolidado para 2018 é de R$ 161,3 bilhões, sendo R$ 159 bilhões do governo central.

 

 

  • Termina hoje (31) o prazo para que profissionais de jornalismo e estudantes de comunicação, possam se inscrever ao Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo.
  • O prêmio tem como propósito estimular a produção jornalística que tenham como motivação a importância da ciência, da tecnologia, da inovação e da pesquisa no estado de Alagoas.
  • Participam da iniciativa a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas e do Parque Shopping Maceió.
  • São nove categorias em disputa: Reportagem de TV, Jornalismo Impresso, Fotojornalismo, Radiojornalismo, Webjornalismo, Reportagem Cinematográfica, Estudante, Categoria Especial (com o tema “Ciência para Redução das Desigualdades”) e Assessoria de Imprensa.
  • Os vencedores serão conhecidos e premiados no dia 11 de dezembro, ás 19h, no anexo do teatro Deodoro.