Sérgio Toledo

16 de maio de 2018

Cuidados com a vida.

Cada dia noticia é divulgada que alguém faleceu devido à violência que toma conta de todas as cidades.
A violência não é só física por agressão, como também por enfermidades e descuidos.
Uma jovem assaltada no Rio de Janeiro devido ter um celular que seria facilmente rastreado é atingida por um projetil de arma de fogo na cabeça e morre. A amiga que possuía um celular mais simples foi preservada.
Na porta de um colégio de São Paulo, um assaltante com arma em punho efetua disparos e é atingido por uma policial que não estava identificada. O assaltante morre.
As mortes são idênticas, porém uma parte da população chamada de direitos humanos, jornalistas, políticos, reagem de maneira diversa. O caso da estudante é uma fatalidade. A do assaltante é um excesso, um erro da policial.
Vá entender a humanidade!
Os profissionais da saúde que todos os dias cuidam de seus clientes/pacientes com esmero e procuram trazer o bem estar para os mesmos, esquecem muitas vezes de cuidar da sua própria saúde e bem estar.
A vacina sempre foi e será a melhor opção para se evitar o contágio de várias doenças. E assim cada vez mais temos que usa-la e repeti-la quando necessário.
Não podemos esquecer por hipótese alguma da vacina! Principalmente se já idoso, mesmo que a nossa cabeça esteja pensante e bem, porque o corpo já apresenta as perdas pertinentes a idade e sua reação será mais lenta e em menor dose.