Antônio Pereira

11 de abril de 2019

E se fosse o LULA??

Preso a mais de um ano, o ex-presidente Lula é tido por seus apoiadores como um preso político, já que não há nenhuma prova substancial contra ele, apenas suposições e conjecturas.

Diante de tantas denúncias com provas robustas, como as malas de dinheiro dos irmãos Geddel, onde a Polícia Federal teve que gastar mais de três dias só para contar, vamos fazer um exercício de adivinhação: e se fosse o Lula?

Imagine se o Lula, como acontece com o ex-senador José Serra, tido como beneficiário de milhões de dólares depositados na Suíça e outros paraísos fiscais pelo ‘homem do PSDB’, Paulo Preto. Imagine ainda se fosse o Lula e sua esposa recebesse dinheiro de uma assessor do filho, cuja origem pode ter sido de um esquema de apropriação de salários de assessores parlamentares. Imagine também se fosse o Lula ter sido flagrado em uma reserva ecológica, receber uma multa e assim que assumisse a Presidência, mandasse devolver a multa e demitir o fiscal que o multou quase 20 anos atrás. Nesse exercício vamos continuar a achar que o Lula tivesse um filho que interfere em praticamente todas as medidas do presidente da República.

No campo político vamos imaginar como se fosse o Lula que em viagem aos Estados Unidos oferecesse a Amazônia para exploração estrangeira. Pior ainda, entregasse uma base de lançamento de foguetes que é cobiçada por todos os países, pois está localizada no melhor lugar no planeta Terra para esse tipo de lançamento.

Imagina se fosse o Lula que desse centenas de declarações via redes sociais com teor machistas, racista e homofóbico.

Pois é, Lula está preso por crimes que não puderam provar. Seu algoz, o então juiz federal Sérgio Moro agora tem um cargo em comissão e recebe ordens do maior inimigo declarado de Lula. Pior, Sérgio Moro é responsável pela carceragem do ex-presidente, ostentado como um troféu dos seus inimigos.

Será que o mal vai vencer todas? Será que a verdade não vai prevalecer? Será que teremos Justiça?