Roberto Baia

15 de setembro de 2018

Atividades paralisadas

Funcionários municipais que eram ligados às OSCIPs paralisaram às atividades na sexta (14), em Arapiraca. A maior parte dos serviços prejudicados são em escolas e creches, por atingirem profissionais do antigo PSS da Educação.

 

Sem impedimento

Os servidores estiveram na manhã de sexta no Centro Administrativo municipal e no Ministério Público de Alagoas. A situação não tem previsão de ser resolvida: a Prefeitura diz que o atraso ocorre por causa do MP, e este garante que não há impedimento algum de sua parte para que as pessoas sejam remuneradas.

 

Sem pagamento

Após pedido de cancelamento dos contratos com as OSCIPs, empresas que eram usadas para terceirizar os funcionários municipais, o MP pediu que a Prefeitura de Arapiraca não realizasse mais nenhum pagamento às empresas, e que os funcionários deviam ser pagos diretamente pela gestão. No entanto, o Município alega que está impedido de pagar os servidores e que aguarda uma negociação com a Promotoria sobre o caso.

 

Repasse dos salários

 

Os trabalhadores informaram, com todas as letras, que nem o MP, nem o juiz Giovanni Jatubá, responsável pelo processo, não colocaram nenhuma barreira legal para que as pessoas sejam devidamente pagas. O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) a ser firmado com a Procuradoria Geral do Município em nada influencia o repasse dos salários.

A saga dos servidores continua, indo, desta vez, ao Ministério Público do Trabalho, em busca de uma solução.

 

Esporte

A grande final da 15ª Copa da Juventude vai acontecer na manhã deste sábado (15), no Estádio Coroacy da Mata Fonseca, o Fumeirão, nas categorias sub-15 e sub-17, em Arapiraca.

 

Está confiante

O ASA de Arapiraca está na final e se preparando para enfrentar no sub-15 a equipe Parceiros do Bem, às 9h, e no sub-17 o time do São Caetano com jogo previsto para as 10h da manhã.

O técnico e professor Rivaldo Gomes, o Riva, está acompanhando os treinos do ASA e está confiante no desempenho dos atletas para a final do campeonato do futebol amador.

“Estamos treinando no campo do ASA para os atletas se adaptarem melhor e conseguir um bom desempenho tático e conseguirmos a vitória nesta final”, destacou Riva.

 

Empolgado

O diretor-presidente do Arapiraca Futebol Clube (AFC), vereador Moisés Machado, que mantém jogadores do AFC nas duas categorias de base do ASA de Arapiraca, está empolgado com os resultados dos atletas arapiraquenses até aqui no campeonato e espera o melhor resultado nesta Copa da Juventude.

 

Campeonato

“Este é um campeonato importante para o futebol de base, que serve de vitrine para descobrirmos o talento dos atletas com o intuito de incentivá-los para o futebol profissional”, declarou Moisés Machado.

 

Pindorama

Um Dia  de Campo  foi realizado na colônia de Pindorama, na quinta-feira, 13, para apresentar a produtividade no plantio de cana com sistema de irrigação e adubação integrados. O plantio, que tomou cerca de 20 hectares, apresenta cana de quase três metros de altura, entrenós bastante desenvolvidos e cana sem qualquer estresse hídrico.

 

Diferenciado

“Esse plantio é diferenciado, nós fazemos três adubações:  uma com suco, outra com 90 dias e e a última com 180 dias. Tudo isso auxiliado com irrigação por gotejamento.  Essa prática preza pela disponibilização do nutriente para que  a cana possa alcançar maior produtividade associada à adubação e água no momento certo” ,explica Bartolomeu Carvalho, proprietário do lote e autor do projeto.

 

 

… Simples, de baixo custo e acessível, o sistema ficou conhecido por   render a chamada cana de três dígitos. Isso porque em cada hectare constatou-se o rendimento de 150 toneladas.  “Essa integração nos rendeu um canavial uniforme, com cana bem nutrida mesmo num solo arenoso. A ainda está crescendo, ou seja, o grane segredo é dar à cana o que ela precisa”,  orienta o plantador Bartolomeu.

 

… Com a experiência, segundo o diretor da  Cooperativa Pindorama, Antônio de Oliveira, é possível constatar que não é somente em São Paulo e  no eixo sul-sudeste que é possível desenvolver de alta produtividade com cana acima dos três metros. O modelo de produção deve render 140 quilos de ATR por hectare.

 

“Cada vez mais a Pindorama vem reinventando  seu modus-operandi  da tradicional lavoura e atividades. A intenção é replicar todo o sistema, com amplo suporte técnico da nossa equipe, para que a produtividade dobre”  observou Antônio.