Blog do Dresch

13 de setembro de 2018

Alagoas pode representar o Brasil no Oscar 2019

A 91ª edição do Oscar que vai acontecer em 24 de fevereiro em Los Angeles poderá ter, como representante brasileiro na competição, o filme “O Grande Circo Místico” dirigido pelo alagoano Cacá Diegues e inspirado no célebre poema do mesmo nome do também alagoano Jorge de Lima. O longa foi indicado pelo Ministério da Cultura e superou outros 21 longas inscritos. A previsão é que o representante brasileiro vá estrear em circuito nacional em novembro próximo, e segundo seu diretor, também será adaptado pela Rede Globo de Televisão para uma minissérie, possivelmente em 2019. O filme traduz para o cinema o poema de Jorge de Lima que narra o apogeu e a decadência de um circo e também de uma família.

Alagoas presente no Oscar 2

O Grande Circo Místico foi apresentado no Festival de Cannes, na França este ano, e a repercussão superou a expectativa do próprio Cacá. Há quase 50 anos, o cineasta já havia contado outra história do Brasil, por meio de outra família e filtrada pela Rádio Nacional – Os Herdeiros. “É curioso, outras pessoas já me falaram isso, mas não pensei especificamente em Os Herdeiros ao fazer o Circo, mas é possível. Ainda é cedo para avaliar” assinalou o agora imortal Cacá Diegues. Tem sido um longo jejum brasileiro na festa da Academia de Hollywood. O último filme escolhido foi Central do Brasil, de Walter Salles, em 1999.

 

Aumenta o fator previdenciário

Os beneficiários do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) que agendarem seus pedidos de aposentadoria por tempo de contribuição a partir de 1º de dezembro de 2018 e tiverem concessão após essa data devem ter redução no valor recebido. O desconto é resultado do fator previdenciário, que varia anualmente de acordo com a idade do beneficiário, tempo de contribuição e expectativa de sobrevida dos brasileiros. O fator é resultado de um cálculo elaborado pelo próprio INSS e foi adicionado em 1999 e segundo a previdência social a medida já economizou mais de R$ 100 bilhões para o governo. O fator, contudo, só afeta os benefícios das pessoas que não utilizarem para o pedido de aposentadoria a regra 85/95, que estabelece o valor do benefício para homens (95) e mulheres (85) que obtiverem os pontos na soma da idade do trabalhador e do tempo de contribuição.

Expo Bacia Leiteira

Expositores, produtores locais e de outros estados, técnicos e demais integrantes da cadeia produtiva do leite participam hoje á tarde, em Batalha da abertura de mais uma edição da Expo Bacia Leiteira 2018, que se estenderá até o próximo domingo no Parque Mair Amaral. Estão confirmadas as presenças de produtores de diversos estados nordestinos. Uma das atrações desta 36ª Exposição é a entrada em funcionamento da Unidade Beneficiadora do Leite da Cooperativa dos Produtores de Leite de Alagoas (CPLA).

Plantando e colhendo no Saara

Um estudo realizado por cientistas das universidades norte-americanas de Illinois e Maryland propõe transformar o deserto do Saara em um lugar com chuvas, plantações e ricas vegetações. O estudo é baseado na premissa de que os parques eólicos e enormes usinas fotovoltaicas têm efeitos locais no calor, na umidade e em outros fatores que podem ser benéficos ás regiões em que estão situados.

Plantando e colhendo no Saara 2

Um estudo de modelação climática criado pelos cientistas concluiu que uma massiva instalação eólica e solar no deserto aumentaria a temperatura local, as precipitações e a vegetação. Os pesquisadores acreditam que os efeitos provavelmente seriam benéficos para a região. Eles defendem que usinas eólicas e solares podem produzir mudanças climáticas em uma escala continental. O estudo foi publicado no portal científico Science.

Atualização de cadastro

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) anunciou a convocação de 1.113 beneficiários do Bolsa Família em Maceió para atualização de cadastro no Programa. Caso a situação não seja regularizada, eles poderão perder o benefício a partir do próximo mês. Essas pessoas foram inseridas no Programa a partir de junho e até o momento não fizeram o saque do benefício. Como não foram localizadas até o momento, estão sendo convocadas exatamente para atualizarem os dados cadastrais.

 

 

  • Astrofísicos acreditam que no coração de cada galáxia, inclusive na Via Láctea, exista um buraco negro supermassivo (SMBH, na sigla em inglês) com uma grande gravidade.
  • Segundo os últimos descobrimentos, é possível que haja milhões de buracos negros pequenos, do tamanho de uma estrela, orbitando a poucos anos-luz do centro.
  • Anteriormente pensávamos que as órbitas dos objetos estelares ligeiros e massivos se distribuíam igualmente em todas as direções ao redor de buracos negros supermassivos. Agora sabemos que eles se separam em um disco, disse o autor do estudo, Akos Szolgyen.
  • Cientistas simularam a interação de órbitas estelares em “agrupamentos de estrelas nucleares, que se encontram perto do centro da massa da maioria das galáxias”, segundo o estudo divulgado esta semana.