Flávio Gomes

4 de setembro de 2018

O candidato de Haddad é Bolsonaro

Jornalista Ricardo Noblat, em seu blog: “Todos os candidatos a presidente da República torcem para enfrentar Jair Bolsonaro no segundo turno, mas nenhum torce tanto quando Fernando Haddad, o estepe de Lula, por ora disfarçado de candidato a vice. Contra Geraldo Alckmin, Haddad só contaria com o apoio da esquerda no segundo turno. A maior parte dos votos de Bolsonaro migraria naturalmente para Alckmin. Contra Bolsonaro, grande parte do voto de Alckmin migraria para Haddad. Em 1989, uma vez derrotado no primeiro turno, Mário Covas levou o PSDB a apoiar a candidatura de Lula no segundo turno contra Fernando Collor. Não foi o suficiente para eleger Lula – Collor venceu. Mas por pouco Lula não chegou lá. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que atura, mas não simpatiza com a candidatura de Alckmin, já deu todos os sinais de que apoiará Haddad no segundo turno no caso de Haddad ter que enfrentar Bolsonaro. A recíproca não é verdade. Em entrevista ao programa ‘Canal Livre’, da Rede Bandeirantes de Televisão, Haddad disse que o PT não apoiaria Alckmin contra Bolsonaro em um eventual segundo turno. Segundo ele, Alckmin é o candidato de Temer e dos que derrubaram Dilma. Fora do segundo turno, o melhor para o PT seria a eleição de Bolsonaro. Um governo do capitão é garantia certa de confusão e instabilidade por pelo menos quatro anos, tempo bastante para o PT se reorganizar e crescer em meio ao caos.”

Agora?

Os candidatos JHC e Eduardo Vasconcelos foram à Justiça Eleitoral pedir que Fernando Collor e Benedito de Lira, da mesma coligação, fossem excluídos do horário eleitoral. Rodrigo Cunha, também da mesma coligação, faz campanha sem Collor e Biu. É de se perguntar: por que, então, aceitaram coligar com PTC e PP?

Sabatina

Fernando Collor (PTC) foi o primeiro dos candidatos a governador ouvido por líderes empresariais, ontem, na Federação das Indústrias. E anunciou o “Programa Alagoano de Produtividade e Competitividade”, para dar melhores condições ao pequeno empresário. Hoje é a vez de Renan Filho (MDB), a partir das 8 horas

Registro

O portal “Cada Minuto” registrou o comentário de duas turistas que deixavam o Hotel Best Western, no domingo passado, onde houve a coletiva do ex-prefeito Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República: “Ao deixar o hotel trajando roupas de banho, a dupla gritou: ‘Cuidado com as bolsas!’.”

Exceção

Enfim, uma notícia positiva sobre Alagoas. Segundo o IDEB 2017, a Escola Municipal de Educação Básica José Buarque da Silva, em Coruripe, obteve nota 9,6 e é considerada campeã nacional. Além de Alagoas, com essa escola, alcançaram a meta Rondônia, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Mato Grosso e Goiás.

Ganância

A greve de caminhoneiros, há cerca de três meses, na prática não serviu para nada. A gasolina não baixou de preço em Maceió – já está custando R$ 4,79 em quase todos os postos. Em Arapiraca, a 130 quilômetros da capital, custa só R$ 4,49. Como Arapiraca faz parte de Alagoas, não há como não falar em exploração.

Opinião

Josias de Souza: “Ao enquadrar Lula na Lei da Ficha Limpa, afastando-o do horário eleitoral e da urna, o Tribunal Superior Eleitoral expurgou da campanha de 2018 um elemento tóxico: o escárnio. A Corte máxima da Justiça Eleitoral promoveu a higienização da disputa pelo cargo de presidente da República.”

*Dando continuidade às sabatinas com candidatos majoritários, a Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas recebe hoje o senador Benedito de Lira (PP), candidato à reeleição. A partir das 15 horas, no salão de eventos da APE/AL.

*O professor Jônatas José Oliveira de Omena (PPL) é, desde ontem, mais um integrante da Câmara Municipal de Maceió. Ele assumiu em lugar do vereador Francisco Sales, que se licenciou por quatro meses para se dedicar à campanha de deputado estadual.

*O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas se engaja hoje ao Simulado Nacional de votação do 1º turno, com a participação de eleitores reais, em ambiente físico simulado. Todas as 42 Zonas Eleitorais do Estado estão mobilizadas para a simulação.

* Também hoje, 14 horas, no auditório da Polícia Federal, TRE/AL, PPF e Ministério Público Federal se reunirão com proprietários de postos de combustíveis para orientar sobre a distribuição de combustível a eleitores com o objetivo de compra de votos.

*O curso “Disseminadores de Cidadania”, do Instituto Sílvio Viana, em sua 26ª turma, tem hoje palestra sobre “Controle de Gestão Pública”, com Nelton Martin, auditor da Controladoria Geral da União. A partir das 19 horas, no auditório do Senac Poço.

*A Academia de Letras do Nordeste convida para palestra de Marcos Vasconcelos Filho, com o tema “Antônio Candido fora do texto, dentro da vida”. A partir das 9h30m de hoje, no Pajuçara Praia Hotel, na Avenida Antônio Gouveia, 197, Pajuçara.

“O Superior Tribunal de Justiça deve ser o garantidor da democracia”

João Otávio Noronha

Novo presidente do STJ, no seu discurso de posse