Flávio Gomes

23 de agosto de 2018

A farsa da fraude

Editorial da “Folha de São Paulo”: “O PT em 1988 boicotou a homologação da Carta que sacramentou a passagem do autoritarismo para a democracia no Brasil. Manifestava-se então a retórica antissistema, característica das mais criticáveis na agremiação que pretendia, e conseguiu, agigantar-se pelo voto. Esse oposicionismo imberbe, que denunciava as mesmas regras do jogo utilizadas pelo partido para crescer e se consolidar, era claramente uma farsa. Ou uma bravata, como depois admitiria o já presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas os interessados no enraizamento da democracia deveriam se preocupar também com frases e atos hostis ao statu quo institucional, patrocinados por lideranças partidárias. Existem hoje no mundo alguns exemplos de movimentos que começaram assim, mas deslizaram para aventuras autoritárias após instalados no poder. Preocupa, a propósito, a constante pressão para deslegitimar o sistema judicial, comandada por Lula e o PT. Criticar uma condenação é algo normal. Nenhum réu é obrigado a concordar com os argumentos do juiz que o sentenciou. Precisa apenas cumprir sua decisão. Diferente é apregoar que ‘eleição sem Lula é fraude’ e, embalado nesse slogan, marchar rumo ao Tribunal Superior Eleitoral, como fizeram agrupamentos de esquerda atrelados ao PT. Trata-se, sem dúvida, de nova falácia fabricada pelo partido. Este terá candidato uma vez consumada a inabilitação do líder pelo TSE: será o ex-prefeito Fernando Haddad. A sigla vai participar do que chama de fraude.”

Meio a meio

Cerca de metade dos eleitores não conhece Rodrigo Cunha , deputado estadual em primeiro mandato e candidato a senador. Compensa, para ele, o fato de o eleitor estar decidido a renovar, o que dificulta as pretensões de concorrentes mais antigos na política. O mesmo sentimento beneficia Maurício Quintella (PR).

Cisão

O prefeito de Japaratinga, Klever Loureiro, é do MDB dos Renans Calheiros, mas disse que apoia Fernando Collor (PTC) ao governo e Benedito de Lira (PP) ao Senado. Já Bruno Loureiro, irmão de Klever e ex-prefeito do município, diz que apoia a reeleição de Renan Filho para o governo e Renan Calheiros para o Senado.

Mal na fita

Uma pesquisa realizada pelo jornal “Folha de São Paulo” traz a constatação de que o Estado de Alagoas é um dos mais ineficientes do Brasil. E mais: que não tem investido o suficiente em educação, saúde, infraestrutura e segurança pública. Segundo apurou a  “Folha”, Alagoas figura no ranking num desonroso 20º lugar.

Razões

Explica o semanário “Extra”, na coluna “Sururu”, que Fernando Collor não pretendia concorrer ao governo. Queria espaço na coligação de Renan Filho para eleger o filho Fernando James deputado federal. E também que o vice-governador, Luciano Barbosa, não fosse mantido. Renan Filho vetou as duas pretensões.

Apoios

Da assessoria de Heloísa Helena: “O ator Marcos Palmeira e o cantor Fagner gravaram vídeos dirigidos aos alagoanos, pedindo votos para Heloísa Helena, candidata a deputada federal pela Rede Sustentabilidade. Ambos destacam a coragem política de Heloísa e a sua doação de vida a um Brasil melhor para todos.”

Opinião

Jair Bolsonaro, sobre Fernando Henrique Cardoso defender que o PSDB e o PT deverão se unir no segundo turno contra ele: “É a união do Mensalão com o Petrolão. É a certeza de que PT e PSDB são farinha do mesmo saco. Na verdade, o grande projeto deles é o indulto para Lula e os condenados no mensalão e Petrolão.”

* O Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) elegeu, ontem, os desembargadores Anne Helena Fischer Inojosa e Marcelo Vieira para os cargos de presidente e vice-presidente do órgão. A posse será em 30 de novembro.

* Produto criado por alunos da Escola Sesi/Senai de Maceió, o RamiCoco ganhou o primeiro lugar, categoria Sustentabilidade, do Prêmio Miniempresa Brasil 2018, competição promovida em Porto Alegre pela Jr Achievement, com patrocínio da Dell.

*O escritor Rosalvo Acioli lança hoje o livro “Contribuição à História da Cardiologia em Alagoas”. A partir das 19h30m, no salão nobre do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas. A sede do IHGAL fica na Ladeira do Brito, Centro de Maceió.

*O cantor e compositor Jurandir Bozo, um dos mais reconhecidos batalhadores da cultura alagoana, apresenta hoje o espetáculo “Pé no Barro”, pelo projeto “Quintas no Arena”. A partir das 19h30m, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso.

*A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, realiza hoje a primeira gincana sócio educativa do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Das 8 às 14 horas, no Ginásio João Paulo II.

*O CRB fez o chamado dever de casa e ganhou do líder Fortaleza, por 2×1. Poderia ter ajudado o CSA, mas o rival, vice-líder da Série B do Brasileiro, foi a Barueri e perdeu também de 2×1 para o Oeste. O CRB conseguiu sair da zona de rebaixamento.

“Pesquisa é como perfume. Não é para tomar, é para observar.”

Geraldo Alckmim

Candidato do PSDB à Presidência da República