Sérgio Toledo

21 de agosto de 2018

Burnout.

Tradução livre: queimar por completo. Esgotamento profissional profundo. Síndrome que se caracteriza por frustação, exaustão, e isolamento devido a desgaste físico e mental pelo trabalho.
O ideal seria que todos tivessem trabalho que fosse prazeroso realiza-lo. Que ao se dirigir para a atividade profissional a pessoa se sentisse realizada e perfeitamente encaixada no ritmo do mesmo.
Em geral as pessoas que apresentam a síndrome acima citada que é classificada como transtornos mentais e do comportamento relacionados com o trabalho, estão insatisfeitas com o que fazem, com o local que trabalham, não aceitam a chefia imediata, etc.
O esgotamento físico e mental devido à tensão emocional crônica por trabalho exaustivo aparece também, não porque a pessoa trabalha além da conta. E sim, porque tudo que diz respeito aquele trabalho indesejado se torna ruim.
Em fases das nossas vidas desempenhamos atividades profissionais em determinados lugares situações que não nos agrada. Fazemos porque precisamos do retorno financeiro devido aos filhos, familiares, aos investimentos realizados. Temos que ter em mente que logo que exista uma estabilidade devemos sair ou trocar de lugar.
Evidente que nem todos podem fazer troca de atividade profissional quando querem ou bem entendem. Porém, é muito importante que essa conscientização se faça presente e seja bem clara para que a síndrome do burnout não Ti peque.